Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Marabá

ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA

Acusado de matar adolescente em Roraima é preso em Marabá

sexta-feira, 03/04/2020, 20:29 - Atualizado em 03/04/2020, 21:31 - Autor: Alessandra Gonçalves/Diário do Pará em Marabá


Alessandra teria tido um relacionamento com o líder de uma facção rival
Alessandra teria tido um relacionamento com o líder de uma facção rival | Reprodução

Um homem envolvido no assassinato de uma adolescente de 17 anos foi preso em Marabá, sudeste paraense, na noite de quinta-feira (2).

A jovem foi assassinada de forma brutal e covarde por uma organização criminosa, na cidade de Boa Vista, em Roraima. 

A prisão foi realizada por agentes da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil de Marabá, que deram cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela Comarca de Boa Vista (RR). 

Thierre da Conceição Bandeira estava escondido em Marabá e seria membro do PCC (Primeiro Comando da Capital). Ele é apontado como tendo envolvimento na morte de Alessandra Costa, de 17 anos, ocorrida em Boa Vista.

Além dele outras duas pessoas já haviam sido presas pelo crime e uma adolescente apreendida.

Segundo informações levantadas pela polícia, Alessandra foi morta pela organização criminosa, em razão de ter tido um relacionamento amoroso com o líder de uma facção rival.

“Ela foi submetida ao procedimento tribunal do crime, e foi executada de forma brutal. Isso gerou enorme comoção social”, informou o delegado Vinícius Cardoso.

O corpo dela foi encontrado três dias após o seu desaparecimento (06 de março deste ano) e estava em avançado estado de decomposição e carbonizado.

O caso ganhou grande repercussão pelo Modus operandi.

Após o crime, Thierre da Conceição se deslocou para Marabá, onde teria chegado no dia 11 de março. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Roraima, já estava no encalço dele.

CRIME

Segundo a Polícia Civil, Alessandra teria morrido porque o namorado Bruno Valadares Cardoso, 18 anos, achou que ela estava se aproximando dele com a intenção de atraí-lo para depois matá-lo.

A desconfiança começou após a garota contar que teve um relacionamento com um integrante de uma facção rival, com quem inclusive teve um filho.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, Alessandra foi executada com um golpe chamado mata-leão (estrangulamento) por dois amigos de Bruno, Thierre da Conceição Bandeira e Mike André da Silva, de 20 anos, este que também já está preso. 

A irmã do Bruno, de 16 anos, era amiga de Alessandra e foi apreendida por participar da execução da adolescente, atraindo a vítima e ajudando na desova do corpo, informou a Civil.

Thierre da Conceição já se encontra recolhido ao Centro de Triagem Masculina de Marabá (CTMM), aguardando para ser recambiado para Roraima. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS