Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Marabá

Marabá

Bebê e padrasto baleados não resistem e morrem em Marabá

quinta-feira, 12/03/2020, 11:49 - Atualizado em 12/03/2020, 15:59 - Autor: Alessandra Gonçalves


As vítimas moravam em uma casa de madeira onde ocorreu o crime
As vítimas moravam em uma casa de madeira onde ocorreu o crime | Reprodução

O padrasto e o bebê de um ano baleados por volta de 23h30 de terça-feira (10), em Marabá, sudeste paraense, não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito no Hospital Municipal de Marabá.

De acordo com informações da Polícia Civil, Ailton Nascimento Lopes estava chegando à casa, com o bebê no colo, quando foi surpreendido, a que tudo indica, por duas pessoas a pé. Um deles efetuou os disparos que atingiu o pai e lamentavelmente também atingiu a bebê no abdômen.

Os policiais militares socorreram a criança na viatura e levaram para o Hospital Municipal, enquanto que o padrasto foi socorrido na ambulância do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

O padrasto e a criança foram submetidos a uma cirurgia para retirada da bala e fragmentos. O estado de saúde de ambos era gravíssimo e foram levados para a UCE (Unidade de Cuidados Especiais).

A criança faleceu no fim da tarde desta quarta-feira (11), enquanto que o padrasto veio a óbito à noite. O atirador seria de uma facção criminosa e o alvo do atirador seria outra pessoa e não Ailton Nascimento Lopes. A polícia já tem a identificar do suspeito e a motivação do crime.

HOMICÍDIO

Horas antes do baleamento das vítimas, por volta de 18h30, policiais militares foram acionados para atender uma ocorrência de homicídio na Folha 23, na localidade conhecida como “Fazendinha”, na Nova Marabá.

O delegado Vinícius Cardoso informou que quando os militares chegaram ao local se depararam com um homem já morto, identificado como Rodrigo Luz Pereira, de 24 anos, e outro que foi socorrido às pressas para o Hospital Municipal, identificado como Cledson Alício Freitas, o Bebezão.

“No local os policiais se depararam com algumas porções de crack, mais precisamente 10 papelotes preparados para comercialização e uma balança de precisão”, declarou ele.

Ainda segundo o delegado Vinícius Cardoso, os dois homens foram surpreendidos por indivíduos armados que já chegaram efetuando disparos. Diligências começaram a ser realizadas pela polícia em busca dos atiradores.

Segundo a polícia, foi levantando que se tratava de uma refrega de disputa de drogas entre facções rivais, onde resultou em um baleado e um morto. 

O delegado informou que apesar de ser precipitado ligar essas mortes ao baleamento do pai e do bebê, as possibilidades não serão descartadas. “A Polícia Civil tem indicativos de motivação de autoria e está em campo diligenciando e temos um prazo de 30 dias para apresentar o resultado dessa operação”, declarou.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS