Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Notícias / Marabá

CULTURA

1ª Feira Literária de Marabá começa com chave de ouro

domingo, 22/09/2019, 17:17 - Atualizado em 22/09/2019, 17:17 - Autor: Sucursal Marabá


A 1ª Festa Literária de Marabá faz parte da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, realizada pela Secretaria de Cultura do Estado do Pará (Secult).
A 1ª Festa Literária de Marabá faz parte da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, realizada pela Secretaria de Cultura do Estado do Pará (Secult). | Divulgação/Iopa

Começou com chave de ouro na noite deste sábado a 23ª Feira Pan-Amazônica e das Multivozes, conhecida também como Festa Literária. O evento vai até o próximo domingo (29) no Carajás Centro de Convenções de Marabá. A abertura contou com a presença da cantora paraense Lucinha Bastos que deu um show de talento e interpretação.

A cerimônia contou com a presença de diversas autoridades locais e do governo estadual, além do público em geral, que compareceu ao Auditório Multivozes, do Centro de Convenções Carajás – Eventos e Feiras. A 1ª Festa Literária de Marabá faz parte da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, realizada pela Secretaria de Cultura do Estado do Pará (Secult), no Centro de Convenções Carajás – Eventos e Feiras.

Entre as autoridades presentes ao evento estavam Jorge Panzera, presidente da Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa); Mariuza Leite, secretária Municipal de Educação de Marabá; secretário regional de governo do sul e sudeste, João Chamon Neto; José Scherer, secretário municipal de Cultura de Marabá; Júnior Soares, representante da Secretaria de Cultura do Estado do Pará (Secult), além do escritor marabaense Airton Souza, entre outros convidados.

 
A cantora Lucinha Bastos se apresentou na Feira. (Foto: Luan James)

Jorge Panzera falou da satisfação da Ioepa em estar presente àquela cerimônia e participar da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes e da 1ª Festa Literária de Marabá. Panzera destacou o trabalho que a Imprensa Oficial vem fazendo em relação à implantação de uma política pública de publicações para o Estado.

“Desde que iniciamos esta gestão, por determinação do governador Helder Barbalho, nós temos um projeto de transformar a Imprensa Oficial em uma editora pública do Estado do Pará, trabalhar com livros, o que ocorreu na abertura da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes", disse. "Também por determinação do governador, nós deixamos de imprimir o Diário Oficial do Estado, que agora tem sua versão 100% digital. Esse é nosso projeto: modernizar a Ioepa e torná-la cada vez acessível à sociedade. Essa transformação pela qual passamos é um esforço do governo estadual de investir na produção de livros, na produção do conhecimento, do saber, buscando fazer disso uma política pública, investindo ainda mais na ideia e na cultura do livro, na cultura da paz”, comentou Panzera.

O secretário municipal de Cultura José Scherer se pronunciou sobre a importância econômica da atividade cultural que é a Festa Literária. “Após o sucesso do Salão do Livro de 2018, que contou com cerca de 80 mil visitantes, este ano esperamos aumentar esse número", declarou. "A movimentação financeira estima nesses nove dias de evento é de R$ 1 milhão. Contaremos com o CredLivro, que possibilita aos professores das redes estadual e municipal de ensino adquirir livros para aumentar suas bibliotecas particulares e com isso será injetado cerca de R$ 730 mil. Então a Festa Literária é uma atividade que movimenta a economia, além de fomentar a atividade artística, já que com o evento há atividades que trazem os atores, os contadores de histórias, os músicos, fazendo girar a roda da cultura”, resaltou José Scherer.  

Muitas pessoas já começaram a visitar o espaço já na tarde do sábado (21) quando os portões foram abertos. Segundo os organizadores do evento mais de 10 mil pessoas são esperadas por dia para participar da feira que este ano vai homenagear os escritores Zélia Amador e Paes Loureiro.

 

SERVIÇO:

A 1ª Festa Literária de Marabá faz parte da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes e ocorre até o dia 29, das 10 às 22h, no Carajás Centro de Convenções, em Marabá.

A 1ª Festa Literária de Marabá faz parte da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, realizada pela Secretaria de Cultura do Estado do Pará (Secult). | Divulgação/Iopa
A 1ª Festa Literária de Marabá faz parte da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, realizada pela Secretaria de Cultura do Estado do Pará (Secult).
A 1ª Festa Literária de Marabá faz parte da 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, realizada pela Secretaria de Cultura do Estado do Pará (Secult). | Divulgação/Iopa

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS