Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Marabá

BRAÇOS CRUZADOS

Greve dos rodoviários completa sete dias em Marabá

segunda-feira, 01/07/2019, 23:43 - Atualizado em 01/07/2019, 23:53 - Autor: Alessandra Gonçalves/Diário do Pará em Marabá


Os rodoviários deflagraram a greve no último dia 25. Com isso, 30% da frota estavam circulando no município, ou seja, 13 veículos
Os rodoviários deflagraram a greve no último dia 25. Com isso, 30% da frota estavam circulando no município, ou seja, 13 veículos | Reprodução

A greve dos rodoviários completou sete dias nesta segunda-feira (1º), sem avanços nas negociações, indo para o oitavo dia nesta terça. O Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região determinou a circulação de 60% da frota.

Os rodoviários reivindicam o pagamento do salário de maio, adiantamento do mês de junho e auxílio alimentação atrasado há três meses. Enquanto não há acordo, os trabalhadores continuam de braços cruzados em frente à garagem das empresas Nasson Tur e a TCA (Transporte Coletivo de Anápolis), às margens da rodovia Transamazônica, na Nova Marabá.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários do Sul e Sudeste do Pará (Sintrarsul), Geraldo Deam Silva, o sindicato está cumprindo a determinação da justiça, mesmo os trabalhadores não estando de acordo. “Infelizmente nenhum avanço concreto foi feito ao sindicato, nem a categoria. Não houve nenhuma proposta de negociação, de conversar com a categoria para avançar. Até a data de hoje não avançou nada”, informou.

SEM SUCESSO

Segundo o advogado as empresas de transporte coletivo, Robert Silva, a Nasson Tur e a TCA destinaram um representante para negociar com o sindicato da categoria, mas sem sucesso. “Em relação à quantidade de faturamento houve uma tratativa para poder aumentar esse percentual de 40 a 60%, só que os interventores sinalizaram que era inviável, tendo em vista a manutenção de todo o processo”, afirma.

Os rodoviários deflagraram a greve no último dia 25. Com isso, 30% da frota estavam circulando no município, ou seja, 13 veículos. Nesta segunda-feira (1º), os rodoviários atenderam a determinação judicial e o número de veículos a circular no município foi aumentado para 25. Ao total, a frota do transporte coletivo na cidade conta com 42 veículos.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS