Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Gastronomia

Gastronomia

Pescada amarela com frutos do mar é ótima pedida para o almoço da Páscoa

sábado, 20/04/2019, 09:33 - Atualizado em 20/04/2019, 10:57 - Autor:


Muitas tradições do Cristianismo são fortes na Páscoa. Na verdade, desde quando a Quaresma é iniciada.


Na Semana Santa, as tradições ficam mais evidentes, como a abstinência da carne vermelha: muitos cristãos abrem mão do alimento durante 40 dias, na Semana Santa ou apenas na Sexta-feira Santa.


O padre Ivan Conceição, da Paróquia Nossa Senhora do Amparo, em Ananindeua, explica a diferença:



Agora que você entendeu a diferença, o DOL convida você neste Sábado de Aleluia a aproveitar as dicas do personal chef Igor Lima Pires. Ele ensina uma receita super fácil de peixe regional para consumir neste período.


Com a preparação em torno de 20 minutos, veja abaixo o passo a passo para fazer uma deliciosa pescada amarela com frutos do mar e vegetais salteados na manteiga.


Vamos começar salteando os vegetais, que serão os acompanhamentos. Neles serão usados manteiga, azeite, orégano e alho picado, sempre a gosto. O tempo máximo deles no fogo é de 5 minutos. O peixe e os frutos do mar são sempre temperados com pimenta do reino, sal, azeita e gotas de limão siciliano.



“É muito importante não carregar no tempero, porque o alimento pode perder seu sabor original, mas, claro, cada pessoa pode adaptar de acordo com o seu paladar. Atualmente, na cozinha contemporânea, a gente enaltece o gosto do pescado”, alerta o cheff.


Para o preparo do peixe, é importante que a frigideira esteja bem quente. Nesta etapa vamos fazer o processo de grelhar primeiro um lado, até dourar, e depois vira para deixar o outro lado dourado também”, explica Igor.


Para as lulas e os camarões o processo é quase igual, sempre com a frigideira bem quente. No entanto, fique atento: cada uma deve ser utilizada para um alimento. “Frutos do mar ficam no fogo pro pouco tempo, pra não ficar emborrachada”, esclarece o cheff.


Assista:



Vale lembrar que os vegetais já são o acompanhamento. Contudo, se você quiser incluir mais alguma coisa, fique à vontade.


Sobre a bebida para o prato, também é livre. “Como o paladar é único, existem bebidas que cabem mais pro gosto de cada um. A mítica de associar bebida específica sumiu, já que o paladar e individual”, finaliza o personal cheff Igor Lima Pires.


Pronto! Prato finalizado! Agora é só servir e se deliciar!


Reportagem: Bruna Dias


Multimídias: Gabriel Caldas e Vicente Crispino


Coordenação: Enderson Oliveira

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS