Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Gastronomia

Gastronomia

Restaurantes apostam em sabor e criatividade

domingo, 12/02/2017, 10:42 - Atualizado em 21/03/2017, 21:39 - Autor:


A nossa gastronomia local é rica e saborosa. Assim, o grande desafio é agradar o paladar do paraense, que é exigente quando o assunto é os sabores da terra. Assim, os 3 restaurantes finalistas da categoria “Regional”, procuram juntar a beleza, o sabor e a criatividade para se destacar. Eles preparam com gosto pratos com jambu, tucupi, peixe, maniva e pato. São ambientes familiares que levam receitas e negócios de família a paraenses e turistas descobrirem o que tem de melhor em relação à nossa comida.


 


BETO SALOMÃO


Em 2001, Cristiane Salomão abriu seu primeiro restaurante e, em homenagem ao pai Beto Salomão, chamou de “Beto Grill”, com comida a quilo que valorizava os pratos regionais. Esse foi o precursor do que hoje é o “Beto Salomão”. Com pratos típicos, que vão desde o vatapá e tacacá, até os mais diferentes como o pirarucu de casaca, o restaurante abre apenas para o almoço. “Já se tornou um ponto de encontro para famílias se reunirem”, diz, com orgulho, a proprietária. Os pratos foram criados por sua mãe, Lourdes Salomão, e o carro-chefe é o arroz de pato no tucupi (foto), feito com pato desfiado sem pele e sem osso, que casa perfeitamente ao arroz e ao molho do tucupi.


Endereço: Tv. Dr. Moraes, 581, entre Conselheiro e Mundurucus, bairro de Batista Campos.


Funcionamento: Diariamente de 12h às 16h.


Tel.: (91) 3224-7422


 


TOMAZ CULINÁRIA PARAENSE


 Ercília Figueiredo era funcionária pública do Exército, mas nunca deixou de lado a paixão pela culinária paraense. Sempre que podia, ia à cozinha fazer os pratos típicos, muito elogiados pelos amigos. Quando se aposentou, há 4 anos, decidiu seguir o ramo alimentício e junto ao marido, Tomaz Figueiredo, construíram o restaurante “Pátio Doca”, que posteriormente se tornou o que hoje é o Tomaz Culinária Paraense, homenagem não só ao marido, mas também ao sogro, de mesmo nome. O casal construiu o cardápio ressaltando delícias consagradas, como o vatapá, a maniçoba e a sopa de caranguejo. “Fomos pioneiros em sair da barraca de rua, onde geralmente se encontra esses pratos, e investir em um ambiente fechado e climatizado”, destaca Ercília. Um dos pratos que mais enche os olhos da clientela é o Arroz da Raimunda (foto), em homenagem à sogra da proprietária. É arroz misturado com frango desfiado, jambu e tucupi.


Endereço: Av. Visconde de Souza Franco, 996, bairro do Reduto.


Funcionamento: Diariamente, de 11h30 às 22h.


Tel.: (91) 3353-9083


 


LÁ EM CASA


Um dos restaurantes mais tradicionais e turísticos da cidade, o Lá em Casa começou em 1972, com o chef Paulo Martins e sua mãe, Anna Maria Martins, na avenida José Malcher. O restaurante alia a cultura e a culinária paraense com qualidade. A casquinha do caranguejo, o vatapá e o pato no tucupi, por exemplo, foram mantidos. E, no decorrer dos anos, outras combinações foram criadas e conquistaram o paladar do público. Hoje, quem assume é a neta de Dona Anna e filha de Paulo Martins, Daniela Martins. A chef também já é reconhecida mundo afora e mantém os mesmos moldes originais do Lá em Casa. “Acreditamos que se não tiver tradição, não dá para trazer novidades”, declara. O campeão dos pedidos é o “Filhote pai d’égua” (foto), já no cardápio há cerca de 20 anos. Ele é feito de lombo de filhote em brochetes, ao molho de vinagrete, e servido com salada de feijão manteiguinha de Santarém, farofa molhada e arroz de jambu.


Endereço: Estação das Docas, av. Castilho França, Galpão 2, Loja 4, bairro da Campina.


Funcionamento: Diariamente, de 12h até meia-noite.


Tel.: (91) 3212-5588



 


O MELHOR DA GASTRONOMIA



O Passaporte Belém - O Melhor da Gastronomia foi elaborado a partir da indicação de 16 personalidades da capital paraense, que montaram um ranking gastronômico, no qual cada jurado indicou seus favoritos em 23 categorias, como hamburgueria, italiano, peixaria, japonês, açaí, entre outras.


A ser lançado no dia 14 de março, em grande evento, o guia de bolso “Passaporte Belém, O Melhor da Gastronomia” trará informações de todos os mais de 100 estabelecimentos indicados pelo corpo de jurados. O grande destaque será para o campeão de cada categoria, que será premiado com a Estrela Azul, troféu do projeto e símbolo da qualidade da comida e do serviço dos estabelecimentos de Belém.


(Alice Martins Morais/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS