Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
Elas

Confira 9 dicas de ginástica íntima feminina para iniciantes e melhore o seu prazer

segunda-feira, 22/04/2019, 10:12 - Atualizado em 22/04/2019, 11:16 - Autor:


Você já ouviu falar alguma vez sobre ginástica íntima feminina? Nada mais é que uma técnica erótica criada no Oriente médio há cerca de 3 mil anos, e mais conhecido como pompoarismo. Em alguns países, essa prática é levada a sério que é passada de mãe para filha. 


Em 1940, um ginecologista norte-americano desenvolveu uma série de exercícios para fortalecer os músculos vaginais sendo uma proposta mais ampla que o pompoarismo, com a finalidade era potencializar as sensações do pênis na vagina e assim intensificar o pênis durante o ato sexual. 


Porém, mais do que apimentar o sexo, a "malhação" ajuda no empoderamento feminino, permitindo que a mulher amplie o auto-conhecimento corporal e obtenha orgasmos incríveis mesmo sozinha. 


De acordo com os especialistas, esses exercícios aliviam a dor no momento da penetração causada por vaginismo ou dispareunia e ainda dão aquela "atrasadinha" básica na ejaculação do parceiro. Confira a seguir 6 dicas básicas de ginásticas íntimas e se entregue ao prazer!


Atenção: nunca faça os exercícios de bexiga cheia ou com vontade de fazer xixi. Praticá-los sem esvaziar a bexiga pode causar infecções urinárias. Com uma rotina diária de 10 minutos de exercícios, já é possível ver os primeiros efeitos após um mês.


VEJA!


1- Comprima a vagina durante 5 segundos, como se estivesse segurando o xixi. O ideal é fazer três séries de vinte repetições por dia. Você pode treinar deitada, sentada, em pé. Com o tempo, vá aumentando a duração das contrações para 10 e 15 segundos.


2- De pé, movimente-se como se estivesse usando um bambolê, com os joelhos levemente flexionados e os pés afastados. Balance o quadril para um lado e para o outro, contraindo o bumbum.


3- Deitada de barriga para cima, flexione as pernas, mantendo os pés no chão. Eleve o quadril, comprima o bumbum, conte até dez e relaxe. Faça três séries diárias de dez repetições. 


4- Quando sentir que a musculatura do assoalho pélvico ficou bem tonificada, e você perceber toda a movimentação ali embaixo, é hora de dividir mentalmente sua vagina em três partes. Cada uma delas é chamada pelos experts em pompoarismo de anéis e se localizam na entrada, no meio e perto do colo do útero. 


5- Uma boa dica para senti-los é introduzir o dedo na vagina, pode ser no momento do banho você pode tentar contraí-los, percebendo a pressão em cada um deles.


6- Depois de usar o dedo, você pode adotar um vibrador simples com o formato que lembra um batom. Você também pode se exercitar colocando só a pontinha do vibrador na vagina e tentar sugá-lo, puxando o ar para dentro. Depois, experimente expulsá-lo. 


7- As famosas bolas Ben-wa podem ser um bom material para praticar. Muito vendida em sex shops, parecem duas bolinhas de pingue-pongue um pouquinho mais menores. O exercício consiste em colocá-las na entrada da vagina e, com os movimentos, conseguir sugá-las e depois expulsá-las. É um treino ótimo para auxiliar no controle da região do períneo. 


8- Outra série de fortalecimento inclui cones vaginais, que se parecem com um absorvente interno. É bom começar de pé, coloque o cone até o segundo anel vaginal.


9- A respiração é uma das partes mais importantes para qualquer exercício. Com ela você controla o tempo do exercício, ganha ritmo e não termina a sessão exausta. Na ginástica é essencial inspirar pelo nariz quando fizer a contração e expirar pela boca quando relaxar o músculo.


(Com informações UOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS