Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
Elas

Você sabe como reconhecer os sintomas de um infarto?

sexta-feira, 29/03/2019, 10:37 - Atualizado em 29/03/2019, 12:23 - Autor:


Você sabe quais são os sintomas de um infarto? Nem todos os ataques cardíacos iniciam com uma dor no peito. Em alguns casos os sintomas são leves e pouco óbvios.



Algumas pessoas imaginam estar com problemas digestivos. E, por não saber o diagnóstico certo, acabam esperando um tempo maior para pedir ajuda. Por isso, é importante estar atento e saber reconhecer os sinais de um infarto. Isso pode salvar a vida de alguém ou até mesmo a sua.


Os indícios são:


Pressão no peito - A maioria das pessoas que tem ataque cardíaco relata sentir uma dor intensa no centro do peito que dura alguns minutos ou que vai e volta;


Dor ou desconforto em membros superiores - pode ser em um ou nos dois braços, costas, estômago, pescoço ou mandíbula;


Falta de ar - acompanhada ou não de dor no peito;


Outros sintomas - incluem tontura, suor, indigestão ou náusea.


O que fazer em caso de infarto? 


Caso algum desses sintomas apareçam, chame socorro ou vá de imediato a um hospital. Quanto mais demorar, mais risco você corre. Se estiver ajudando alguém com suspeita de infarto, algumas precauções devem ser tomadas enquanto espera pela ajuda médica.


Afrouxar as roupas da vítima e impedir que ela faça esforços;


Não oferecer nada de comer ou beber e nem calmantes;


Se a pessoa desmaiar, verificar a respiração e o pulso. Na ausência desses sinais vitais, deve-se fazer, imediatamente, as manobras de ressuscitação cardiopulmonar.


Caso você seja a vítima, é importante procurar ajuda e um rápido transporte para um hospital. Não é recomendado que você dirija.



Fatores de risco


Um infarto acontece quando parte do músculo do coração passa a não receber sangue por causa de algum bloqueio. Homens com mais de 45 anos e mulheres com mais de 55 tem uma tendência maior ao infarto. Além da idade, existem outros fatores de riscos como:


Tabagismo, Colesterol aumentado, Diabetes mellitus, Hipertensão arterial, Obesidade, Sedentarismo, Estresse e depressão.


(Com informações da Pfizer)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS