Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
Elas

Levou chupão no pescoço? Veja 5 dicas de como remover esse hematoma da pele!

sexta-feira, 01/03/2019, 11:50 - Atualizado em 01/03/2019, 12:14 - Autor:


Muitas pessoas buscam meios de como tirar chupão do pescoço depois de uma noitada quente! Afinal, quem nunca acordou no dia seguinte com um chupão no pescoço?.
O chupão é aquela mancha roxa temporária ( hematoma ) que fica na pele após beijos com sucção ou de uma mordida forte o bastante para estourar os micro-vasos sanguíneos que irrigam a pele da região.


Segundo o angiologista Dr. Francesco Botelho, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Circulação Vascular faz um alerta e explica que um “chupão” pode até ser fatal. Ele diz ainda que é preciso que a sucção seja aplicada com bastante força e se a sucção for realmente forte, a lesão pode afetar a artéria carótida, que passa no pescoço e é responsável por levar sangue ao cérebro e essa lesão pode  provocar trombose aguda e a pessoa pode ter um AVC (acidente vascular cerebral) e vir a morrer.


O especialista revela que dependendo da pele e da pressão exercida, a marca pode permanecer de quatro a doze dias. Na verdade, o chupão é semelhante a um hematoma. E portanto, ao empregar métodos comprovadamente eficazes para tratar hematomas e disfarçar a marca, será possível removê-lo. Veja as 5 dicas de como remover esses hematomas da sua pele!

1. COLOCAR COMPRESSA DE GELO


A primeira medida é usar uma compressa de gelo, colocar pelo menos dois blocos de gelo em uma sacola plástica, amarrar e pôr em cima da mancha roxa na pele. O gelo diminuirá qualquer inflamação que tenha surgido no local.


O gelo deverá ser aplicado pelo menos 3 vezes ao longo do dia por períodos de 20 minutos. Um cuidado bastante importante é não deixar que o gelo fique em contato direto com a pele, pois isso poderá causar alguma queimadura. Use sempre alguma sacola, pano ou algo que evite o contato. Ao mesmo tempo, uma colher resfriada no freezer também pode funcionar muito bem!


2. ATENÇÃO NA HORA DE DORMIR


Na hora de dormir, tente deixar o local ferido erguido para cima, essa é outra maneira de como tirar chupão no pescoço. Assim como o gelo, isso provocará uma diminuição da circulação na área.  Aliás sempre que puder mantenha o pescoço acima do nível do coração, utilize uma ou duas almofadas para ajudar. Isso fará com que a área não acumule sangue, ajudando-o a circular melhor. Agora, se as áreas com chupão forem da barriga ou coxas, é melhor nem tentar, porque além de serem quase impossíveis, vai ajudar praticamente nada.


3. COMPRESSA QUENTE NO DIA SEGUINTE


Assim como a compressa gelada pode ajudar, a compressa quente é também uma forma de como tirar chupão. No dia seguinte do acontecido, o indicado é se fazer o oposto. Coloque uma compressa de água quente sobre o local machucado. Assim, o calor vai permitir que os vasos sanguíneos se expandam e o sangue volte a circular novamente de forma normal.


Quando fazemos a compressa fria, o inchaço e as dores diminuem, parando também o sangramento interno e deixando apenas a marca. Para que essa saia logo, então, colocar uma compressa quente fará com que os vasos sanguíneos, naquela região, dilatem. Isso, ao mesmo tempo, deixará que o sangue passe mais vezes, fazendo com que o machucado cicatrize rápido.


4. POMADAS PARA HEMATOMAS


Pomadas como Hirudoid [bula] podem ser usadas podem ser uma ótima forma de como tirar chupão do pescoço. Elas diminuem a inflamação, com o alívio da dor, e redução do inchaço. Ao mesmo tempo reduz o aspecto arroxeado da lesão. Use, pelo menos 3 vezes ao dia, fazendo uma massagem circular no local afetado. Contudo, esse tipo de pomada não costuma ser recomendado para mulheres grávidas ou amamentando.


5. REMÉDIOS CASEIROS


Mas opções caseiras como chá de camomila gelado e pomada de arnica ou de babosa (Aloe vera) também são boas opções. Afinal, essas fórmulas naturais podem ser facilmente encontradas em farmácias ou lojas de produtos do ramo. Para usar deve-se seguir as orientações vindas nas bulas de cada medicamento.


(Com informações do site Diário de Biologia)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS