Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


24°
R$
Elas

Tá com mau hálito? Descubra quais as principais causas

quarta-feira, 26/12/2018, 10:48 - Atualizado em 26/12/2018, 11:53 - Autor:


O mau hálito é um assunto constrangedor e muita gente evita falar sobre o assunto mesmo que seja para os melhores amigos. Porém em uma simples conversa, o problema é facilmente sentido, caso alguém o tenha. 


Querendo ou não, ele existe e pode se tornar uma ameaça a vida social em casos mais extremos. Entretanto, existem situações em que o mau hálito é proveniente de outras causas e procurar um especialista é a solução mais indicada.


Em entrevista ao Sorrisologia, site especializado em saúde bucal, o dentista Maurício Duarte da Conceição, especialista em halitose, comentou sobre as principais causas do mau hálito.


Segundo ele, as causas bucais correspondem de 92,7% a 96,2% dos casos de mau hálito. A sujeira na língua é o principal motivo da halitose.


Em segundo lugar esse mau é causada principalmente pelas doenças periodontais. Devido a saburra lingual (placa bacteriana esbranquiçada ou amarelada que se forma no fundo da língua) e doença periodontal são as infecções que acontecem nas gengivas.


A causa também pode ser decorrente de fatores externos à boca, apesar da incidência ser bem menor, de 3,8% a 7,3% dos casos. O especialista ainda afirma que, as causas da halitose extrabucal é mais comum pela ingestão de alimentos que alteram o odor do hálito e pela hipoglicemia e os pacientes diabéticos.


O médico ressalta ainda que, o ideal é procurar um profissional qualificado no tratamento desse problema. Ele fará uma investigação para entender as causas da halitose. Maurício ainda orienta, que os pacientes realizem uma rotinas de higiene bucal para amenizar esse desconforto utilizando novas técnicas e produtos diferenciados a cada caso, mudança nos hábitos alimentares. 


Ainda segundo Maurício, após normalizar o hálito o paciente deve checar o seu hálito regularmente com alguém de confiança, além de realizar regularmente o retorno ao profissional.


(Com informações do site Sorrisologia)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS