Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
Elas

Absorvente interno deixa de ser comercializado após deixar ‘pedaços no corpo’; entenda!

sábado, 15/12/2018, 15:18 - Atualizado em 15/12/2018, 15:55 - Autor:


Os absorventes internos comercializados nos Estados Unidos e no Canadá foram recolhidos após alguns relatos de consumidoras que afirmaram que o produto estava se desfazendo e deixando pedaços dentro do corpo.


Segundo um comunicado divulgado pela Kimberly-Clark, multinacional norte-americana fabricante do produto defeituosos pertencem a marca Kotex que foram fabricados entre o dias 7 de outubro a 16 de outubro de 2018 e distribuídos entre os dias 17 e 23 de outubro de 2018, esses lotes estão sendo retirados de comercialização e sendo notificados para que as distribuidoras não repassem o produto.

O comunicado ainda faz um apelo às consumidoras para que não usem o produto, caso pertença a esses lotes. Ainda de acordo com a empresa fabricante, algumas clientes afirmaram que o absorvente soltou alguns pedaços dentro do corpo e, outras já afirmaram, que o produto causou infecção, lesão ou irritação vaginal.


“Consumidores que apresentem lesão vaginal, como dor, sangramento ou desconforto, irritação vaginal, como coceira ou inchaço, infecções urogenitais, na bexiga, ou infecções vaginais bacterianas ou por fungos, e ainda outros sintomas como ondas de calor, dor abdominal, náuseas ou vômito após o uso do produto deve procurar atendimento médico imediato”, afirmou a Kimberly-Clark, no comunicado.


Assim como qualquer órgão, a vagina tem uma flora formada por bactérias e fungos que tem como objetivo de garantir proteção natural à região devido a manutenção do pH da área e o nível de acidez. E com o uso dos absorventes internos principalmente pode acabar fazendo com que essa flora aumente e causando algumas infecções como a candidíase.


(Com informações do R7)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS