Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
Elas

‘Bumbum na nuca’? Veja os cuidados e treinos de glúteos para ter ótimo resultado

terça-feira, 20/11/2018, 15:50 - Atualizado em 20/11/2018, 15:59 - Autor:


Muita gente faz treinos de glúteos para ficar com o bumbum empinado e bonito, mas o fortalecimento dessa parte do corpo tem uma importância muito maior. “A explicação para isso está na função dos nossos glúteos”, explica a preparadora física Estrela Terra, 


O programa de treinamento da preparadora é voltado especialmente às mulheres, e tem o objetivo de acionar mecanismos do corpo que aceleram o metabolismo e estimulam a produção de hormônios auxiliares do emagrecimento, fazendo com que ele passe a queimar gordura, mesmo em repouso, após alguns dias de prática.


A treinadora ensina que os músculos presentes nos glúteos têm a função de dar sustento para o corpo balançar e girar as pernas, estender os quadris e inclinar a pélvis para trás. “Os glúteos são responsáveis pela estabilidade dos quadris e da pélvis, e ajudam a proteger os joelhos de disfunções e dores”, explica a especialista, que alerta para o fato de serem pouco utilizados no dia a dia. “É uma região pouco trabalhada por quem passa muito tempo sentado. E se estes músculos se acomodam, quem paga o pato depois é o quadril, a lombar e os joelhos”, completa Estrela.


3 motivos para treinar


Estrela conta que os músculos do bumbum são três, e recebem os nomes de glúteo máximo, glúteo médio e glúteo mínimo. Ela lista os principais benefícios de exercitá-los.


1- Prevenir lesões


Glúteos fracos podem causar diversos efeitos negativos. “Sem força suficiente, eles podem causar desequilíbrio nos quadris, o que pode gerar uma dor que vai até os joelhos e tornozelos”, destaca Estrela. “Por outro lado, glúteos fortes garantem uma pélvis estável e evitam que os joelhos se fechem um contra o outro quando agachamos, saltamos e aterrissamos”, ensina.


“Quando seus glúteos estão contraídos, eles protegem a lombar de possíveis impactos e ainda evitam que seja colocada pressão nos quadríceps, nas articulações e nos ligamentos”. Todos esses detalhes favorecem a mobilidade no dia a dia de forma geral e ainda evitam dores.


2- Aumento no desempenho


Estrela conta que glúteos fortes aumentam o poder de explosão em corridas curtas e movimentos como saltos, agachamentos e movimentos de escalada. “É por isso que os atletas com glúteos mais fortes serão mais rápidos, com um desempenho mais eficiente e explosivo”, conta. Por isso, mesmo quem treina com foco em desempenho esportivo, pode se beneficiar de um treino localizado para essa região.


3- Beleza


Por fim, o motivo pelo qual a maioria se preocupa em treinar o bumbum: a estética! Com glúteos torneados a silhueta ganha mais contornos e curvas, o que é valorizado em termos de beleza. O bumbum também está entre as "preferências nacionais" e está no topo da lista das partes do corpo que mais atraem o sexo oposto. “A gente sabe que essa é uma região muito valorizada. Quando a pessoa treina glúteos e é bonito de se ver”, comenta a especialista.


Estrela Terra sugere um treino para os glúteos que traz resultados com poucos minutos de duração:


-Agachamento (20 repetições)


Com a coluna reta e os pés afastados cerca de dois palmos, flexione os joelhos até que formem um ângulo de 90 graus. Mantenha os braços para frente.


-Passada (20 repetições)


Dê um passo para frente, de forma que a perna da frente flexione o joelho sem retirar o calcanhar do chão, levando o joelho de trás para baixo.


-Elevação pélvica (20 repetições)


Deite-se no colchonete e flexione os joelhos, mantendo os pés levemente afastados. Erga o quadril de forma a deixar o tronco reto, retornando-o ao ponto inicial em seguida.


-Siri (20 repetições)


Com os joelhos flexionados e a coluna reta, dê dois passos para um lado e depois para o outro, mantendo o abdômen contraído.


Depois da primeira série, basta repetir três vezes, descansando de um a dois minutos entre as séries.


(Com informações da assessoria)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS