Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
Elas

Relacionamento abusivo: 5 sinais de que você está sendo oprimida no sexo

terça-feira, 24/07/2018, 11:39 - Atualizado em 24/07/2018, 12:21 - Autor:


Um relacionamento abusivo pode ser fácil de perceber por quem está de fora, mas, dentro dele, nem, sempre é fácil detectar que está dormindo com um opressor. As informações são do UOL.



O abuso pode acontecer entre quatro paredes. Veja 8 sinais de que você está sendo oprimida no sexo:


Contragosto


Se colocar em situações completamente desconfortáveis para satisfazer o parceiro. É o caso enfrentado pela estudante Luisa, de 18 anos, na hora de fazer sexo oral.  “Eu não gosto de fazer, principalmente quando ele fica forçando minha cabeça, mas faço”, conta.


Sexo como moeda de troca


Transar com o parceiro ara que ele não fique bravo ou para ser bem tratada. A estudante de psicologia Nathália, de 22 anos, confessa que já fez muito isso. “Mesmo sem vontade, eu me deixava levar só para animá-lo ou melhorar o humor dele”, revela.



Transa ruim


Já aconteceu de na hora H querer parar por não estar se sentido confortável e continuar para não cortar o barato do parceiro? Luisa diz que fica receosa e se sente mal “por ver que, às vezes, o que eu gosto ou desgosto, não interessa”.


Sem camisinha


Não querer usar preservativo ou ficar arrumando desculpas para transar sem são sinais claros de relacionamento abusivo, segundo a psicóloga Paula Napolitano, já que “a mulher acaba cedendo e transa sem proteção”.


Transar por pressão


A estudante Renata, de 20 anos, revelou que acabou perdendo a virgindade depois de muita insistência do ex. Na época, ela tinha 16 anos e fez para agradar “porque sabia que ele queria muito”. Além da dor e da falta de respeito com o pedido para parar, Renata conta que o ex continuou insistindo. “Hoje, percebo o quão abusivo ele era comigo, tanto fisicamente quanto psicologicamente, mas na época eu era muito inocente para ver”.



(Com informações do UOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS