Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Elas

Dicas para os pais controlarem conteúdo acessado pelos filhos na Internet

segunda-feira, 25/06/2018, 17:44 - Atualizado em 25/06/2018, 17:47 - Autor:


O contato das crianças com os aparelhos eletrônicos e com a internet tem sido cada vez mais precoce. Esse público tem cada vez mais dominado o funcionamento das ferramentas com agilidade e facilidade de dar inveja a muito adulto. Esse acesso irrestrito, entretanto, traz em questão a segurança e controle de conteúdo apropriado. 


Fábio Reis, diretor de uma empresa de telefonia e internet, orientar e educar as crianças sobre os perigos existentes no mundo virtual é o primeiro passo para evitar problemas em relação ao que é acessado nessas plataformas. “O diálogo entre pais e filhos é primordial. Incentivar que as crianças compartilhem suas experiências é importante, para que elas saibam que se ocorrer qualquer problema, podem contar com o apoio dos pais”, ressalta.


Uma dica é para que os pais sempre acompanhem o que a criança está assistindo ou jogando. “Mais do que uma forma de monitorar o que está sendo acessado, essa é uma maneira de passarem mais tempo na companhia das crianças”, frisa.


De acordo com Fábio Reis, os pais devem procurar conhecer as tendências de jogos, aplicativos e redes sociais disponíveis no mercado e, dessa forma, indicar conteúdos apropriados para os filhos. 


Fábio Reis também orienta para que os pais façam com que as crianças acessem o celular, computador ou tablet em uma área comum da casa - a sala, por exemplo, onde um adulto poderá monitorar. Além disso, é preciso estabelecer limite de tempo para uso de aparelhos eletrônicos. “As crianças não podem viver imersas no mundo virtual. É preciso que elas brinquem e interajam com outras crianças”, diz.


O diretor destaca que já há no mercado softwares que permitem que os pais monitorem o que os filhos acessam no computador e celular. “Essa é mais uma forma de proteger as crianças. Por esses programas é possível bloquear o acesso a determinado conteúdo e visualizar o histórico de sites visitados”.


(Com informações da TIM)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS