Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Elas

Crossfit vaginal promete orgasmos e músculos mais fortes

quinta-feira, 22/03/2018, 11:09 - Atualizado em 22/03/2018, 11:09 - Autor:


Os músculos vaginais, bem como o assoalho pélvico, não são tão comumente exercitados pelas mulheres e até por quem frequenta academia assiduamente. Porém, exercitá-los pode, além de dar mais prazer nas relações sexuais, evitar patologias como constipação, incontinência urinal e fecal, dores na hora do sexo e bexiga hiperativa.


A técnica se difere do “pompoarismo” – cujo objetivo é exercitar para sentir mais prazer. “Se no pompoarismo o foco é o prazer, nessa ginástica priorizamos a prevenção e o tratamento de doenças”, explica a fisioterapeuta e especialista em uroginecologia e sexualidade Cátia Damasceno.


Os exercícios variam de acordo com a necessidade de cada mulher. Pode-se usar assessórios, mas também dá pra fazer sem ajuda de nenhum objeto e em qualquer lugar, sem que ninguém perceba.


Segundo Cátia, a vagina só é estimulada durante a transa, a masturbação e durante ações do cotidiano como trocar de roupa íntima e se limpar durante o banho ou depois de fazer xixi. Trabalhando diariamente e em diversos pontos da vagina, também se trabalha áreas do cérebro ligadas à vontade de fazer sexo, que passam a reagir melhor e mais rápido.


Os exercícios não favorecem somente à mulher. Seu parceiro também vai sentir a diferença.


Contração e relaxamento:


Contrair o músculo vaginal de 10 a 15 vezes. O exercício é como se você quisesse segurar o xixi. Faça cinco séries três vezes ao dia, de preferência de manhã, de tarde e de noite, com intervalos de 30 a 60 segundos entre as séries.


Isometria:


Contraia os músculos e segure por cinco segundos. Faça isso cinco vezes seguidos e depois repita três vezes a série. Faça três vezes ao dia (manhã, tarde e noite) com interalos de 30 a 60 segundos.


Expulsão:


Insira duas bolinhas de pompoarismo na vagina e as expulse sem utilizar as mãos. Faça isso três vezes ao dia.


Para os músculos não se acostumarem, tente mudar o exercício uma vez no mês. Também é aconselhável não usar objetos nas primeiras vezes. Consulte um especialista antes para evitar lesões.


(Com informações de Cosmopolitan)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS