Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Elas

Gordura no fígado causa inchaço e até cirrose: 9 sinais para você observar

sexta-feira, 01/12/2017, 07:49 - Atualizado em 01/12/2017, 07:49 - Autor:


A gordura no fígado, clinicamente conhecida como esteatose hepática, é caracterizada pelo acúmulo de gordura nas células do órgão que, por normalmente não apresentar sintomas óbvios, pode ter seu diagnóstico tardio e causar problemas graves de saúde.


Se a condição não for tratada, pode evoluir para uma cirrose hepática, quando o tecido do fígado é substituído por fibroses, que, em casos avançados, pode exigir até um transplante do órgão. Além disso, a cirrose é fator de risco para o câncer de fígado.


Gordura no fígado: como saber se eu tenho?


O diagnóstico certeiro de esteatose hepática só pode ser obtido através de exames de sangue ou por ultrassonografia abdominal, tomografia ou ressonância magnética, uma vez que a condição nem sempre dá sinais claros. Uma evolução no quadro, no entanto, pode apresentar sintomas como:


Aumento do volume abdominal


Dor na parte superior direito do abdômen


Fadiga


Icterícia


Fezes claras


Alterações do sono


Confusão mental


Tremores


Inchaço dos membros inferiores


Gordura no fígado: causas e prevenção


A esteatose hepática pode ter várias causas, como consumo excessivo de bebidas alcoólicas, diabetes, níveis altos de colesterol ou triglicérides, diabetes, hepatites virais e, principalmente, sobrepeso e sedentarismo.


É possível evitar e até mesmo reverter um quadro de gordura no fígado de forma simples, adotando uma alimentação balanceada, rica em fibras e verduras e reduzindo o consumo de gordura animal e carboidratos. Não há medicamentos específicos para tratar a condição.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS