Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
NÃO FAÇA EM CASA!

Álcool gel caseiro pode trazer perigos à saúde; entenda!

quarta-feira, 18/03/2020, 09:38 - Atualizado em 18/03/2020, 09:37 - Autor: Paloma Lobato


Queimadura é um dos problemas que a manipulação errada pode causar
Queimadura é um dos problemas que a manipulação errada pode causar | Reprodução

Com a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e as notícias sobre o avanço do contágio no Brasil, está cada vez maior a procura por formas paliativas para não contaminação com o vírus. Uma das formas de garantir uma boa higienização das mãos é o uso do álcool gel. 

Com a grande procura pelo produto, as farmácias e supermercados da capital paraense não estão conseguindo atender a todo o público. Pensando nisso, diversas receitas caseiras de álcool gel começaram a viralizar nas redes sociais. Uma das mais comuns é a composição formada por álcool 70º (recomendado pelos especialistas) com gel de cabelo. Mas, afinal, o preparo garante a higienização correta?

Farmácias de manipulação podem começar a fabricar álcool em gel

Um vídeo que compartilhado no Facebook mostra como o produto é misturado, contudo, especialistas garantem que não é eficaz e representa perigo.

ASSISTA!

A biomédica Paola Pagliuca explica que produzir o próprio álcool gel pode trazer sérios riscos. "Não é algo favorável. A produção desse tipo de produto feita de forma incorreta em casa pode até causar queimaduras na pele. Além disso, há a questão da proliferação de microorganismos. Definitivamente, não é aconselhável. O álcool caseiro não tem nenhuma recomendação nas cartilhas da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde. Fazer o seu produto pode nem garantir a proteção necessária contra a doença", destaca. 

A especialista ainda ressalta o tempo correto de uso do álcool gel industrializado. "Segundo a OMS, o tempo ideal para eliminar todos os germes é de 20 a 30 segundos usando o álcool", finaliza.

TODO CUIDADO É POUCO 

O estado do Pará não registrou nenhum caso confirmado de paciente com o novo coronavírus, até então. Apesar disso, a população tem se preparado para uma possível proliferação da doença. 

O DOL foi saber como a população belenense tem se cuidado para evitar um possível contágio pelo vírus. 

Veja o vídeo:

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS