Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
SAÚDE

Você sabe quais são os sintomas da chikungunya? Confira!

quarta-feira, 25/09/2019, 15:24 - Atualizado em 25/09/2019, 15:24 - Autor: Redação


| Reprodução

A campanha de combate ao mosquito Aedes aegypti já inicioiu em todos os estados do Brasil. Dengue, Zika e chikungunya, doenças transmitidas pelo vetor, podem levar à morte. Por esse motivo é fundamental eliminar os criadouros e ficar atento. As três doenças têm sintomas bem parecidos, mas você sabe quais são os sintomas da chikungunya? 

O médico sanitarista, Cláudio Maierovitch, alerta para os sintomas intensos e dolorosos da doença.

“Tanto dor na articulação, como no corpo, que tornam até difícil de andar. Há uma característica típica dessa doença em que as pessoas andam curvadas porque é a posição que dói menos para se locomover. Há uma particularidade da doença causada pelo vírus chikungunya, é que essas dores, essa inflamação nas articulações, podem durar um bom tempo. Podem durar várias semanas e em alguns casos, que não são tão frequentes, podem até durar vários anos e serem incapacitantes”, ressalta o especialista.

Entre os sintomas mais comuns da doença estão as fortes dores causadas pela chikungunya. Elas podem atrapalhar a rotina de quem contrai a doença. Segundo Cláudio Maierovitch, a única forma de evitar esse tipo de problema é através da eliminação do mosquido Aedes, impedindo a transmissão da doença; 

“Então qualquer objeto, qualquer coisa que possa acumular água parada, especialmente água limpa, mas não só água limpa, dentro dos quintais, dentro de casa, mesmo em apartamento, em locais de trabalho, pode se transformar em um criadouro para o mosquito Aedes aegypti. É um mosquito que gosta de ficar perto das pessoas. Então, é importantíssimo que haja um esforço de todos para eliminar essas condições que favorecem a proliferação do mosquito”, destaca. 

Em casos de suspeita, com o surgimento de qualquer sintoma, o idealé procurar o serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados.  

(Com informações da Agência do Rádio) 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS