Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
SAÚDE

Você conhece os benefícios da amamentação para a saúde bucal do bebê? Confira 

segunda-feira, 12/08/2019, 15:18 - Atualizado em 12/08/2019, 15:18 - Autor: Redação


| Reprodução

O aleitamento materno pode contribuir para a prevenção de diversas doenças, mas você sabia que ele também pode evitar problemas bucais? Um estudo sugere que o aleitamento materno exclusivo até os seis meses de idade pode diminuir a prevalência da má oclusão dental, que é quando o contato dos dentes superiores com os dentes inferiores fica desalinhado.

O cirurgião-dentista José Henrique de Oliveira explica que o ideal é que o arco dentário superior fique ligeiramente encobrindo o arco dentário inferior. “Modificações nesse, digamos, ‘encaixe’ pode causar problemas nos dentes, na musculatura facial e na gengiva, por exemplo”.

Entre os sinais da má oclusão dental são: alterações faciais (queixo muito pequeno ou muito alongado), dentes desgastados, dores de cabeça, zumbido, desconforto ao mastigar e problemas na articulação da mandíbula.

A fala e a respiração também estão relacionadas à amamentação, pois ela estimula o desenvolvimento da musculatura da boca, bochechas e língua da criança.

Higiene bucal do bebê

Os cuidados bucais na infância devem ser pensados desde o nascimento do bebê. “As gengivas precisam ser higienizadas com uma gaze úmida, em movimentos delicados, pelo menos duas vezes ao dia, após a amamentação. Isso contribui para evitar o acúmulo de leite e garantir dentes mais fortes e saudáveis”, conta o especialista.

O uso da escova somente é indicado quando surgirem os primeiros dentes de leite. Muita atenção na quantidade usada de creme dental, que deve ser do tamanho de uma ervilha. Também é recomendado o uso de creme dental sem flúor para crianças até os cinco anos de idade.

(Com informações da Assessoria) 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS