Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Notícias / Cursos & Empregos

OPORTUNIDADES!

Pará deverá criar 189 mil vagas de qualificação para trabalhadores

terça-feira, 01/10/2019, 07:30 - Atualizado em 01/10/2019, 10:41 - Autor: Alexandra Cavalcanti


| Fernando Araújo

Para quem deseja ingressar no mercado de trabalho ou se qualificar para novas oportunidades, o Pará deverá criar 189.622 vagas de qualificação nas mais diferentes áreas até 2023. A oferta é resultado do Mapa do Trabalho Industrial, criado para subsidiar a oferta de cursos da instituição. De acordo com o estudo, a maior parte das vagas devem atender as áreas da construção civil, tecnologia da informação e do setor metal mecânico, os mais demandados pelas industrias na atualidade.

 

O diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) Pará, Dário Lemos, afirma que as metas estão consolidadas. “Somente agora em 2019 estamos qualificando 75 mil pessoas e a tendência é que esse crescimento aconteça a cada ano. Esse Mapa do Trabalho Industrial veio para nos ajudar a traçar essas metas. Não tenho a menor dúvida de que o Senai vai fazer isso. Até porque nós temos uma capacidade instalada que nos permite olhar isso com uma visão muito maior que essas quase 200 mil, que serão oferecidas”, afirma.

Para ele, o Mapa auxilia a traçar o planejamento anual da instituição, tanto na oferta de vagas para qualificação e aperfeiçoamento, quanto para a requalificação. “Aquele jovem ou adulto que não tem uma profissão, mas que quer ingressar no mercado de trabalho, quer uma profissão, vai ter oportunidade através desse treinamento”, avalia o diretor.

A demanda prevista pelo estudo inclui, em sua maioria, o aperfeiçoamento (formação continuada) de trabalhadores que já estão empregados. Em parcela menor (27%), estão aqueles que precisam de capacitação para ingressar no mercado de trabalho (formação inicial). As áreas que mais devem demandar a capacitação de profissionais com formação técnica no Pará são transversais (como por exemplo cursos de técnico em informática para internet, técnico em meio ambiente e técnico em automação ou os cursos relacionados à indústria 4.0); energia e telecomunicações; metal mecânica; construção; e eletroeletrônica. “Temos aproximadamente 200 cursos no nosso portfólio, entre técnicos, de qualificação e aperfeiçoamento. Mas podemos destacar algumas áreas como da construção civil, o setor da tecnologia da informação e o setor metal mecânico, que são os que terão as maiores demandas dessas quase 200 mil vagas que serão disponibilizadas”, afirma.

MAPA

Os cursos técnicos oferecidos pelo Senai têm carga horária média de 1.200 horas e são destinados a alunos matriculados ou egressos do ensino médio. Ao término, o estudante recebe um diploma acreditado em todo o território.

Além de subsidiar a oferta de cursos, o Mapa do Trabalho tem o papel de apoiar jovens na escolha da profissão e trabalhadores que desejam se recolocar no mercado. “O profissional qualificado de acordo com a necessidade do mundo de trabalho tem mais chances de manter o emprego e também pode conseguir uma nova oportunidade mais facilmente quando as vagas forem oferecidas”, comentou o diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS