Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

‘Sarau Cena Som’ estreia hoje na Casa de Cultura

quinta-feira, 08/08/2013, 08:21 - Atualizado em 08/08/2013, 08:23 - Autor:


Estreia hoje, a partir das 19h, na Casa da Cultura Digital Pará, o ‘Sarau Cena Som’. A programação reúne música, teatro, literatura, bate-papo e outras artes integradas. Tudo com o intuito de celebrar grandes nomes da escrita. O tema de estreia é ‘Pessoas Para Fernando’, uma homenagem ao mestre Fernando Pessoa. A programação é uma parceria entre a Casa da Cultura Digital Pará, Versivox, Companhia Teatral Nós Outros, Parla Página, CLIC, o crítico literário Helder Bentes e alunos dos cursos de Letras de faculdades de Belém. A entrada é totalmente franca. 


Programado para ocorrer em todas as primeiras quintas-feiras de cada mês, o Sarau Cena Som tem formato simples e interativo. Tudo para que o tema de cada edição seja vivido de forma polidimensional. 


O público será convidado a ficar sempre na área central, entre três pequenos campos cênicos. Num, o grupo Versivox apresentará composições especialmente criadas a partir da obra do autor em destaque. No outro, o ator e diretor Hudson Andrade fará pequenos monólogos também inspirados no universo temático. No terceiro, o crítico literário Helder Bentes conversará com a plateia sobre o escritor em destaque. Os espectadores estarão livres para fazerem suas perguntas ao longo de todo o evento. Além disso, o espaço estará aberto para que alunos do Curso de Letras da cidade também apresentem mini performances sobre o escritor homenageado. A artista visual Brends Nunes também estará unida à programação, apresentando exposições de fotos, vídeos instalações e outras surpresas.


O MESTRE


Considerado um dos maiores poetas da língua portuguesa e da literatura universal, Fernando Pessoa nasceu em Lisboa, no ano de 1888. Aos seis anos de idade, foi para a África do Sul, onde aprendeu perfeitamente o inglês. Das quatro obras que publicou em vida, três são em inglês. Trabalhou em vários lugares como correspondente de língua inglesa e francesa. Foi também empresário, editor, crítico literário, jornalista, comentador político, tradutor, inventor, astrólogo e publicitário. 


Como poeta, era conhecido por suas múltiplas personalidades, os heterónimos, que eram e são até hoje objeto da maior parte dos estudos sobre sua vida e sua obra. Pessoa faleceu em Lisboa, no ano de 1935, com 47 anos anos de idade, vítima de uma cólica hepática causada por um cálculo biliar associado a cirrose hepática, diagnóstico que até hoje é contestado por diversos médicos. 


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS