Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Espetáculo propõe reflexão sobre abuso de poder

domingo, 28/07/2013, 10:17 - Atualizado em 28/07/2013, 10:17 - Autor:


A tradicional figura do palhaço, com nariz grande e vermelho, desenhada no imaginário popular e responsável por abrir sorrisos do tão respeitável público, ganha um tom de criticidade no espetáculo “De Mala às Artes”. A montagem da Companhia Circunstância de Minas Gerais, será apresentada hoje em Belém, e promete arrancar gargalhadas dos espectadores utilizando como roteiro o senso de justiça. O primeiro ponto de encontro na capital foi a Praça da República, na noite de ontem. Hoje, a Cia promete encantar o público presente na Praça Dom Mário de Miranda Vilas Boas. As apresentações do grupo seguem até o próximo dia 15 de agosto em espaços públicos nos municípios de Bragança, Maracanã e Santarém.


A Cia Circunstância existe há nove anos. Desde a fundação, o grupo é voltado para a reprodução da tradicional “cultura do chapéu” - dinâmica simples que substitui a lógica da bilheteria. E usa a arte da graça para estimular a reflexão sobre o abandono do poder público diante das mazelas sociais. Sob a direção de Rodrigo Robleño, o grupo conta a história de um homem justiceiro, Pedro Malasartes, leva o público a refletir sobre o abuso do poder, da autoridade e o senso de justiça.


O espetáculo ‘De Mala às Artes’ foi inspirado em personagens de grandes nomes da literatura brasileira. Até a formação do protagonista astuto, a companhia mergulhou nas obras de grandes autores, como Mário de Andrade e Ariano Suassuna. Os atores Dagmar Bedê, Diogo Dias, Evandro Heringer, Luciano Antinarelli e Miguel Safe também integram o elenco e dão vida aos personagens ‘Alegria Também’, ‘Guimba’, ‘Repimboca’, ‘Bambulino’ e ‘Titica no Fubá’.


Segundo a companhia responsável pela produção local, a Cia de Teatro Madalenas, o grupo mineiro já havia definido a agenda antes mesmo do primeiro contato com o grupo paraense. “A gente faz parte do Fórum Livre de Teatro de Rua, onde grupos do país inteiro trocam contatos, informações. E foi nesse meio que a gente teve conhecimento sobre o desejo da companhia de fazer espetáculos aqui no Pará. Quando nos deparamos com o projeto, resolvemos fazer a produção local”, explica a produtora da Cia de Teatro Madalenas, Tainah Fagundes. 


RECONHECIMENTO


O projeto ‘Circunstância rumo ao Norte’ recebeu o Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz, na categoria ‘Circulação de espetáculos’. O valor de R$ 100 mil conquistado na premiação é voltado para apresentações que percorrerão o norte do país. Para a produtora artística e cultural da Cia. Circunstância, Lorena Moreira, as apresentações representam ainda a oportunidade de realizar intercâmbios com os grupos locais. “Nós teremos alguns dias livres para conhecer grupos e divulgar o nosso trabalho. Teatro é cultura popular”, define a produtora da companhia mineira, lembrando ainda que o grupo também realizará apresentações no Amazonas e no Amapá. 


INTERCÂMBIO


Segundo a produtora paraense Tainah Fagundes, o teatro de rua vive das articulações existentes entre as companhias. “Também pretendemos ir a outros lugares e esses contatos são importantes. O teatro sobrevive porque nós ajudamos uns aos outros. As duas companhias [Madalenas e Circunstância] são independentes. Nós não somos mantidos por patrocínio de empresas, por exemplo. Somos ‘alimentados’ pelos editais e é por meio deles que conseguimos alimentar o público com a arte”, conclui.


PRESTIGIE


Espetáculo ‘De Malas às Artes’. 


Hoje, 20h – Praça Dom Mário de Miranda Vilas Boas (Júlio César)


Quarta-feira, 31/7, 18h – Praça Dom Miguel Arcanjo (Maracanã)


Quinta-feira, 1/8, 18h – Algodoal


Sábado, 3/8, 18h – Praça Largo São Benedito (Bragança)


Domingo, 4/8, 18h – Praça das Bandeiras (Bragança)


Sábado, 10/8, 18h – Praça do Mirante (Santarém)


Quinta-feira, 15/8, 18h – Praça 7 de Setembro (Alter do Chão)


Informações: [email protected]


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS