Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

E o mangue vira palco de novas histórias

sábado, 27/07/2013, 10:04 - Atualizado em 27/07/2013, 10:05 - Autor:


Os jovens que participam das oficinas de audiovisual do projeto Olhar Odivelas, em São Caetano de Odivelas, nordeste do Pará, entraram na fase final do projeto com a gravação do filme de curta-metragem “História de Pescador”. Nos últimos dias 17 e 18, eles meteram o pé na lama, literalmente, para filmar a aventura do tirador de caranguejo João Dico, que ao sair para o trabalho, passa por uma experiência inusitada.


A história, criada pelos alunos na oficina de roteiro, é bem humorada. Foi desenvolvida com o objetivo de mostrar o trabalho árduo do tirador de caranguejo - uma das principais atividades econômicas de São Caetano. É de lá que sai boa parte dos crustáceos que chegam à mesa dos paraenses. 


Os atores são participantes das oficinas. Há ainda um ator, selecionado de um grupo de teatro amador da cidade, para fazer o personagem de um pescador. O curta é o resultado geral do projeto, uma forma de os alunos aplicarem o que aprenderam nas cinco oficinas ministradas desde o início de junho. Agora o filme vai para a fase de edição e deve ser exibido ao público em geral em São Caetano, em meados de agosto.


O projeto Olhar Odivelas é um programa de oficinas audiovisuais que tem o objetivo de mostrar todas as etapas da produção de um filme, para estimular os jovens a desenvolverem seus próprios projetos, já que agora podem contar com o acesso a equipamentos digitais mais simples. Idealizado pela jornalista, roteirista e documentarista Angela Gomes, o projeto tem patrocínio do Banco da Amazônia, além de apoio da Secretaria de Cultura de São Caetano. Realizado em parceria com a produtora Visionária Filmes, o programa realizou cinco oficinas: Introdução ao audiovisual, Filmes de pequenos formatos; Roteiro de ficção; Web e mídias sociais; e Realização de curta-metragem. 


Como forma de aplicar os conhecimentos obtidos no projeto, os alunos criaram blogs, webdocs, canal de vídeo no youtube, e perfis em mídias sociais para divulgar o resultado das oficinas. Quem quiser conhecer um pouco mais, pode acessar o blog projetoolharodivelas.blogspot.com.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS