Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Arte paraense na final do Movimento Hotspot

sábado, 27/07/2013, 09:55 - Atualizado em 27/07/2013, 09:56 - Autor:


Há mais de um ano iniciaram as inscrições para participar do Movimento Hotspot com a intenção de revelar novos talentos em nove áreas: arquitetura, beleza, cenografia, design, design gráfico, filme, fotografia, ilustração, moda, música e ideia. Ao todo foram mais de 1.600 inscrições no Brasil inteiro que passaram por diversas etapas até chegar à final. 


O Hotspot percorreu nove capitais brasileiras com exposições, bate-papos, shows, workshops, oficinas e intervenções urbanas que atraíram um público com mais de 40 mil pessoas. Em Belém, o festival do movimento ocorreu no mês passado na Estação das Docas e apresentou os selecionados em cada categoria, incluindo 16 projetos paraenses.


A última fase da seleção inicia hoje e vai até o dia 30 de julho em São Paulo, no campus da Universidade Anhembi Morumbi, onde os 54 autores dos projetos escolhidos de 14 estados do Brasil irão participar do Tanque de Ideias, processo de imersão criativa e realização de novos desafios junto aos curadores de cada categoria. 


Entre os selecionados, quatro são paraenses. Emídio Contente concorre no Hotspot com o projeto de fotografia “Cobogó”, com imagens produzidas a partir de elementos vazados da construção civil. Emily Yoko dos Santos apresenta o “Porthacker”, projeto de arquitetura que trabalha com portos por onde circulam moradores e turistas diariamente. 


Os outros dois paraenses selecionados para a etapa final do Hotspot são da área de música. Arthur Kunz representa a banda “Strobo”, formada em parceria com o guitarrista Leo Chermont e que mistura música instrumental com pop utilizando da tecnologia. Já Amadeu Fernandez está entre os finalistas apresentando o “Projeto Charmoso”, feito em parceria com a cantora Nanna Reis e que mistura música eletrônica com samba, salsa, dancehall, RnB, reggae entre outros ritmos.


Após o Tanque de Ideias será divulgado, no dia 31 de julho, o vencedor de cada categoria que vai receber o prêmio de R$ 10 mil para ser investido no projeto ao qual pertence. Na categoria “Ideia” o vencedor receberá R$ 200 mil para colocar o seu projeto no mercado brasileiro. O Movimento Hotspot tem o patrocínio da Vale e da Riachuelo, com incentivo do Ministério da Cultura e parceria com o Sebrae. 


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS