Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Projeto reúne imagens com a história de Bragança

sábado, 13/07/2013, 10:08 - Atualizado em 13/07/2013, 10:08 - Autor:


Diante da cidade, um olhar ainda não acostumado ao que vê. Um olhar de quem é de fora e, portanto, mais atento aos detalhes cotidianos. Assim foi construído o projeto “Álbum Bragança 400 anos: patrimônio e memória”, de Irene Pimentel e Ernani Souza, contemplado pelo edital de patrocínio do Banco da Amazônia. 


Antes de iniciar o trabalho que durou seis meses e rendeu mais de 500 fotografias, Irene já conhecia o município de Paraty, patrimônio histórico do Rio de Janeiro, e encontrou em Bragança muitas semelhanças com a cidade carioca. “Eu resolvi ter um olhar diferente sobre Bragança”, conta a fotógrafa que há 13 anos se dedica à causa de valorização e preservação do patrimônio e da memória paraense.


Mesmo não sendo de Bragança, Irene construiu uma relação muito especial com a cidade, que inspirou na construção do projeto. “A ligação com a cidade é por ser acolhedora e aconchegante, além de ter uma beleza patrimonial muito grande. As pessoas estão levando a sério a memória do patrimônio”, justifica. 


O álbum não servirá apenas para o registro desses locais rodeados de histórias, mas também para mostrar ao público, de acordo com Irene, que Bragança é um local que respeita o patrimônio e a memória, além de chamar a atenção das autoridades e dos moradores sobre a importância da preservação desses locais. “A gente está tentando fazer um movimento com relação ao antigo prédio da Prefeitura de Bragança que é belíssimo, mas está extremamente deteriorado”, conta Irene. 


Irene e Ernani não atuaram sozinhos nesse processo de construção do álbum. Os dois contaram com a participação e ajuda dos próprios moradores do município que guardam memórias importantes do local. “Nós ficamos sabendo de muitas histórias dos próprios moradores. Isso norteou e enriqueceu bastante o trabalho”, revela a fotógrafa. 


O projeto “Álbum Bragança 400 anos: patrimônio e memória” será lançado no próximo dia 18 junto com a abertura da exposição do projeto com 22 imagens do município paraense. O evento será às19h, no Museu da Marujada em Bragança com entrada franca. Ainda sem data definida, o álbum e a exposição também serão lançados em Belém. 


De acordo com Irene Pimentel, o projeto faz parte de uma série sobre patrimônio e memória. A fotógrafa está atualmente em fase de produção de um trabalho fotográfico sobre o município de Vigia, também prestes a completar 400 anos. Belém, que faz aniversário de 400 anos em 2016, será incluída na série na tentativa de chamar a atenção para a preservação do patrimônio histórico da cidade.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS