Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Grupo de animais reivindica fim da exploração

quarta-feira, 03/07/2013, 07:38 - Atualizado em 03/07/2013, 07:38 - Autor:


Uma sociedade com muitas privações, trabalhos exaustivos e a falta de alimento para a população. A história, que poderia ser confundida com qualquer realidade em um país com problemas sociopolíticos, como o Brasil, é contada no espetáculo "Animalismo – A Nova Ordem Mundial", do Grupo de Teatro Universitário (GTU), que estreia nesta quinta-feira (4), às 20h, no Teatro Universitário Cláudio Barradas.


O espetáculo, que tem a direção de Marcelo Andrade, narra o cotidiano de uma granja comandada por humanos, que explora de todas as formas os animais. Mas tudo se transforma nessa sociedade, após o porco Major ter um sonho, o qual anuncia a todos: no futuro, os animais seriam livres e todos os sofrimentos e explorações chegariam ao fim. Os bichos tomariam o poder e transformariam a granja num lugar melhor para se viver.


Transbordados do espírito revolucionário por conta das palavras do velho Major, todos os animais da granja começam a se organizar para pôr em prática a tão esperada revolução que vai trazer liberdade aos animais.


Considerados os mais inteligentes da granja, os porcos organizam os bichos revoltados e acabam expulsando os humanos. Um sistema político baseado na igualdade dos animais é instaurando. Mas não demora a começar as disputas internas, as perseguições e a exploração do bicho pelo bicho.


Para o diretor, a montagem do espetáculo se encaixa perfeitamente no atual momento social, onde milhares de brasileiros estão indo às ruas, em todo o país, reivindicando melhorias principalmente na saúde, educação e serviços públicos. “Quando idealizei a montagem de um espetáculo a partir da obra, do escritor Inglês George Orwell, sabia que mesmo tendo sido publicada em 1945, seu conteúdo continuava atual”, disse Marcelo Andrade.


Assim como no Brasil, a granja de "Animalismo" não pode deixar voltar à exploração quando o povo conseguir suas reivindicações. “O país passa por uma reviravolta política, uma espécie de revolução, como a dos bichos oprimidos, e se mobiliza para acabar com qualquer forma de desrespeito com a população. E agora nosso papel como artista se transforma, ganhando outra razão de ser. Precisamos nos unir ao povo, mas com cuidado de não chegar aos mesmos fins que a Revolução dos Bichos chegou”, analisa o diretor.


SERVIÇO
O Grupo de Teatro Universitário (GTU) apresenta: “Animalismo - A Nova Ordem Mundial”. Estreia no dia 4, às 20h, no Teatro Universitário Cláudio Barradas (rua Jerônimo Pimentel, 546, bairro do Umarizal). Ingressos: R$ 20 (com meia entrada para estudantes). Informações: (91) 8264-0364 / (91) 8250-5966.
 
PROGRAMAÇÃO
Quinta-feira (4) – às 20h
Sexta-feira (5) – às 20h
Sábado (6) - às 18h e 20h
Domingo (7) - às 18h e 20h
 
FICHA TÉCNICA
Direção: Marcelo Andrade
Dramaturgia: Elise Vasconcelos, Kauan Amora, Marcelo Andrade
Preparação corporal: Allan Jones e Fábio Limah
Direção Musical: João Urubu
Músico: Diego Vattos
Figurino, Cenografia, Maquiagem e Arte: Kevin Braga
Iluminação: Enoque Paulino
Direção de Vídeo: Pedro Tobias
Produção: Cá – Teatro & Produções
Assessoria de Imprensa: Brunno Gustavo


Elenco:
Ackson Fender
Arthur Santos
Bianca Palheta
Day Ferreira
Diana Klautau
Diego Benicio
Dih Arero
Fábio Lima
Gabriela de Paula
Geane Di Oliveira
Iane Bitencourt
Isadora Lourenço
Jairo dos Anjos
Kahwana Pantoja
Karimme Silva
Larissa Xavier
Marcus Silva
Marília Berredo
Pedro H Pontes
Renata Miranda
Selma Salvador
Tetê Jorge
Thainá Cardoso


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS