Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Programa Conexão terá shows exclusivos

sexta-feira, 21/06/2013, 07:38 - Atualizado em 21/06/2013, 07:40 - Autor:


De hoje até domingo, Belém recebe mais uma edição do programa Conexão, que desenvolveu uma rede de artistas e produtos culturais por todas as regiões do País, estendendo suas ações a Belém desde 2010. O Conexão articula uma série de shows exclusivos, em que as combinações e participações especiais viraram a característica principal do programa - que esse ano será realizado em parceria com o projeto Ver-o-Peso do Jazz, nos dias de show na Estação das Docas. 


Hoje será a noite de abertura no Teatro da Paz, que conta com o show do violonista mineiro Thiago Delegado, convidando o paraense Sebastião Tapajós e o lançamento do novo CD do Manari, que conta com a participação do DJ Waldo Squash, a entrada é franca, mas é necessária a retirada de ingressos no dia da apresentação, das 9h às 12h e de 14h às 18h. 


Amanhã, os shows terão início às 18h, em pleno por do sol na Estação das Docas. As duas primeiras apresentações da noite fazem parte da programação do Ver-o-Peso do Jazz, com Leonardo Coelho e Quarteto, e Delcley Machado e Banda. Depois, a noite segue com Pio Lobato, Duelo de MC’s da Família da Rua (MG) e Gang do Eletro convidando Madame Saatan. E no domingo, 23, também às 18h na Estação das Docas, o último dia do Conexão terá Strobo e Mestre Vieira e Banda, apresentados pelo Ver-o-peso do Jazz. E em seguida Domenico Lancellotti (RJ) convidando Pio Lobato; Dona Onete convidando Aíla Magalhães e Metaleiras da Amazônia encerrando a festa. Durante os dois dias de programação na Estação, o palco terá projeções em vídeo mapping da artista Roberta Carvalho.


PROGRAMA


Passados 13 anos de sua implantação, o Conexão criou e fortaleceu uma sólida rede de artistas, projetos, agentes e iniciativas diversas no setor cultural brasileiro. Desde a sua criação, o Conexão abriga em seu guarda-chuva iniciativas de circulação de shows, festivais, produção de CDs e DVDs individuais e coletivos, videoclipes e atividades de qualificação e profissionalização, entre outras, numa ação continua ao longo do ano que se revela ao público de forma concentrada e contundente quando acontecem os festivais, como o de Belém, entre os dias 21 e 23 de junho.


Rebatizado de Conexão, esse coletivo já envolvia, de forma pioneira, músicos, produtores, jornalistas, técnicos, radialistas, donos de lojas de disco e casas de espetáculo, numa das primeiras iniciativas coletivas da cadeia produtiva da música. Juntos tentavam construir novos caminhos para a música produzida em Minas, já antevendo as transformações que viriam na próxima década.


Em 2013, a Rede Conexão passa por uma profunda reformulação. Dentre elas, a consolidação de uma rede nacional de trabalho e a reafirmação de seus princípios: respeito à diversidade estética, valorização da singularidade criativa, opção pela capilaridade das ações e o desenvolvimento de um campo cada vez mais fértil para a sustentabilidade dos negócios musicais.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS