Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Concerto de flautas no Arte Doce Hall

segunda-feira, 17/06/2013, 07:24 - Atualizado em 17/06/2013, 07:52 - Autor:


Depois de participar do concerto com a Orquestra Jovem Vale Música no último domingo, no Theatro da Paz, os flautistas Michel Bellavance e Arley Rayol fazem nova apresentação na próxima quarta-feira, 19, às 20h, na Sala Augusto Meira Filho, do Arte Doce Hall. O concerto terá ainda a participação especial da pianista Adriana Azulay. A entrada é franca. 


O suíço-canadense Michel Bellavance já se apresentou com diversas orquestras europeias e latino-americanas, onde se destacam a Orquestra de Lisboa da Fundação Gulbenkian, a Orquestra de Câmara de Genebra, a Orquestra Camerata Acadêmica de Paris, a Orquestra Filarmônica da Amazônia, a Orquestra Sinfônica do Estado da Bahia, entre outras. 


A discografia de Bellavance inclui quatro gravações com um repertório novo e menos familiar. O CD “Sergei, Béla & Bohuslav” traz obras de compositores da Europa Central e Oriental, enquanto “Joueurs de Flûte” contém obras de compositores franceses e canadenses, incluindo “Sonata para Flauta, Op. 29”, de Rachel Laurin. Como bolsista do Conselho de Artes do Canadá, Michel Bellavance estudou em Paris, Genebra, Zurique e São Francisco, aprimorando suas habilidades ao tocar com artistas como Aurèle Nicolet, Patrick Gallois, Maxence Larrieu, András Adorján e Paul Renzi.


Já o paraense Arley Rayol iniciou seus estudos musicais com o professor Marcos Gaspar, passando posteriormente a estudar Flauta Transversal no Conservatório Carlos Gomes. Em Belém, integrou a Orquestra Jovem da Fundação Carlos Gomes, o Coro Carlos Gomes, a Amazônia Jazz Band, a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz. Em 1998, viajou para São Petersburgo, na Rússia, para estudar no Conservatório Estatal Rimsky-Korsakov.


Em 2000 e 2001, com o Quinteto “Ecos de Sopro”, Rayol foi premiado nos concursos de Música de Câmara do “Rotary Clube”, em Campinas (SP), e “Bianca Bianchi”, de Curitiba (PR). O músico também recebeu uma bolsa de estudos para receber aulas do flautista Rogério Wolf. Atualmente, Arley Rayol trabalha em Manaus na Orquestra Amazonas Filarmônica, onde atua também como monitor da Orquestra Experimental da Amazonas Filarmônica. Em Manaus, o flautista tem desenvolvido pesquisa, estudo e performance com instrumento de época sob orientação do professor Márcio Páscoa.


Atuando como solista, camerista ou maestro, o paraense já se apresentou em concertos com a Orquestra Amazonas Filarmônica, Orquestra de Câmara do Amazonas, Orquestra Barroca do Amazonas, Orquestra de Câmara da Aliança Francesa, em Manaus e Ensamble Discurso Harmônico. Do repertório do concerto fazem parte peças de Wilhelm Friedemann Bach, Joseph Bodin de Boismortier, Sigfrid Karg-Elert, entre outros.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS