Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Tradição marajoara anima a Paixão do Boi

domingo, 16/06/2013, 11:10 - Atualizado em 16/06/2013, 11:10 - Autor:


Neste sábado (15), a Estação das Docas recebeu a segunda noite da programação Paixão do Boi, com apresentações do grupo Cheiro do Pará e do Boi Moleque, de Ponta de Pedras. As atrações animaram o público no Anfiteatro São Pedro Nolasco.


O Cheiro do Pará foi o primeiro a se apresentar. Com danças coreografadas, o grupo apresentou uma mostra do folclore amazônico. Marujada, chula, vaqueiro do Marajó e carimbó estiveram no espetáculo. A tradicional dança do lundum, que aborda a conquista amorosa do caboclo da região, foi aplaudida de pé pelo público.


Em seguida, de Ponta de Pedras, no Marajó, a Associação Cultural Boi Moleque apresentou a riqueza do boi-bumbá. Desde 2003, o Boi Moleque preserva a cultura marajoara, com danças, brincadeiras e cores. Filho do fundador do grupo, Pedro Ribeiro, o estudante Henrique Ribeiro, 8 anos, divide a rotina entre os estudos e os ensaios do Boi Moleque.


“Sou o ‘Patrão’ dentro do grupo. Na festa do boi, eu, o fazendeiro, sou quem libera o boi e os vaqueiros para participarem da brincadeira. Acho muito divertido. Quero fazer isso até crescer, igual a meu pai”, contou. Há cinco anos, o grupo Cheiro do Pará participa da programação junina da Paixão do Boi. “Nesses anos, esta é a primeira vez que nos apresentamos no Anfiteatro da Estação. Para nós, é muito gratificante participar deste projeto, que leva a nossa cultura para a população”, comentou o coordenador do Cheiro do Pará, Daniel Miranda.


Acompanhada pela família, a cozinheira Clarice Tavares, 58 anos, encontrou na Estação das Docas uma opção de lazer neste sábado. “Chegamos aqui para tomar um sorvete e passear e nos deparamos com a alegria e beleza destes grupos. Não resisti e dancei o carimbó. A programação está muito boa”, avaliou. A Paixão do Boi é uma promoção do governo do Estado. A programação segue até 23 de junho, 


(Agência Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS