Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Festival de Música Paraense inicia inscrições

domingo, 16/06/2013, 10:03 - Atualizado em 16/06/2013, 10:03 - Autor:


Festivais de música revelaram para o Brasil grandes intérpretes e compositores. Nomes consagrados como a pimentinha Elis Regina, Chico Buarque e Geraldo Vandré. Até hoje ainda permeia no imaginário brasileiro à ovacionada apresentação de Jair Rodrigues com a canção “Disparada”, em 1966. O charme e a elegância do período áureo desses eventos deixaram um legado para a posteridade. No Pará, chega à quinta edição o Festival de Música Popular Paraense, realizado pelo Grupo RBA. As inscrições estão abertas e seguem até 19 de julho.


Quem quer seguir os passos dos vencedores do ano passado deve ficar atento ao prazo. Aliás, os ganhadores da quarta edição explicam as mudanças que a vitória na competição trouxe para suas carreiras. “Muita coisa mudou pra melhor, o festival foi o ponto de partida da divulgação do meu novo trabalho relacionado ao samba. Muita gente passou a me conhecer. Isso foi maravilhoso”, conta Arthur Espíndola, 29 anos, campeão do festival ano passado.


Além do prêmio em dinheiro, Arthur teve a oportunidade de interagir com outros músicos que ele ainda não conhecia e apresentar a própria música. A canção foi parar na rádio, o que impulsionou a carreira do rapaz. “‘Tô fora de moda’ foi bastante executada em muitas rádios de Belém, fiz muitos programas de televisão também. Tive a participação da Gaby Amarantos, Felipe Cordeiro e Mestre Curica e senti que o grande público deu uma resposta super positiva pra música”, diz.


Segundo Marco Antônio Souza, da Marco Eventos, que coordena o festival ao lado do jornalista Edgar Augusto Proença, o regulamento desta edição segue os mesmos moldes. “É um formato que tem dado certo. Queremos celebrar a música paraense e esse é um momento importante”, afirma. Cada concorrente pode inscrever uma canção, entregue em CD de qualidade à organização. 


Doze canções na grande final


O festival ocorrerá em duas etapas em Belém e uma em Marabá. Das 12 músicas que serão defendidas em Marabá, duas devem competir em Belém na grande final. Na capital paraense, a seleção terá duas etapas, em cada uma delas 12 canções competem a uma das cinco vagas disponibilizadas por etapa, totalizando dez músicas indicadas para a final, que será realizada no dia cinco de setembro, quando 12 músicas serão avaliadas por um júri que vai definir a grande campeã.


Premiado com o terceiro lugar na categoria melhor canção com a música “Implora”, para o vocalista da banda ARK, Renan Sanches, 26 anos, o festival abriu portas. “A carreira caminha muito bem graças a Deus. Fomos convidados para fazer parte do documentário ‘Rio das Artes’ que retrata nossa cultura regional e também do ‘Festival Se Rasgum’ onde mostramos um pouco de nossas canções autorais, dentro do laboratório na sétima edição deste consagrado festival”, argumenta o jovem.


É ele quem aponta os ganhos que a participação na competição trouxe para a banda. “Primeiramente a divulgação. Pessoas que já tinham ouvido nossas canções puderam conhecer nossa imagem, a verdadeira identidade da banda ARK, pois foi transmitido ao vivo para todo o estado, além de ter várias matérias em jornais, rádios. Segundo a possibilidade de compartilhar o palco com grandes nomes da música paraense como Pedrinho Cavalero, Alba Maria, Ziza Padilha, dentre outros. São artistas que eu acompanho por muito tempo”, comenta. 


INSCRIÇÕES 


Podem inscrever-se todos os compositores paraenses e não paraenses - desde que notoriamente radicados no estado. Em Belém, as inscrições gratuitas deverão ser efetuadas no período de 10 de junho a 19 de julho de 2013, no horário de 10 às 16h, de segunda a quinta-feira, nas lojas dos classificados do TEM! do Diário do Pará, nos Shoppings Pátio Belém, Castanheira, Supermercado Formosa Cidade Nova e Augusto Montenegro, Yamada Plaza e Lojas do IT Center com entrega de material completo. E em Marabá, as inscrições, também gratuitas deverão ser efetuadas no mesmo período, no horário comercial, no prédio da RBA, localizado na Rod. Transamazônica KM 04 S/N.


Cada composição inscrita deve ser inédita e original. De acordo com o regulamento, entendendo-se por inédita, música que nunca tenha sido premiada em primeiro lugar em outros festivais. Por original, música (letra e melodia) não plagiada de outra já existente. 


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS