Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
32°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

CaBloco Muderno começa temporada de oficinas

quinta-feira, 06/06/2013, 09:11 - Atualizado em 06/06/2013, 09:11 - Autor:


Para quem se interessa por música e quer integrar um projeto que se propõe a reunir vários ritmos de raiz paraense é bom ficar atento. Na próxima terça-feira, às 18h, a galera do CaBloco Muderno inicia as oficinas para o arrastão do Círio. É só chegar lá no barracão da escola de samba “Piratas da Batucada”, que fica na Antônio Everdosa, entre as Travessa Lomas Valentina e Angustura. Não precisa ter conhecimento sobre técnicas musicais, nem saber tocar algum instrumento: “é só ter boa vontade”, conforme frisa Kléber Benigno, integrante do Trio Manari e um dos idealizadores do projeto.


os ensaios ocorrem paralelamente ao processo de produção do CD do projeto, que deve ser lançado em agosto. “Estamos em processo de finalização, falta pouco para concluir o disco, que foi realizado através do programa Natura Musical”, explica Kleber. A expectativa, segundo ele, é que as apresentações e cortejos deste ano superem a do ano passado. As oficinas serão realizados a partir das 18h das terças e quartas-feiras de junho, durante as quartas de julho e terças e quartas-feiras de agosto, setembro e outubro, até o dia do arrastão, ainda sem data confirmada. As aulas serão ministradas pelo Trio Manari.


O CaBloco estreou em 2011 nos palcos do Rio de Janeiro, em plena Lapa, no Espaço Vintage. O grupo faz barulho com a pegada inusitada que une bateria, composta por curimbós, barricas e caixas de Marabaixo, pulsando junto a surdos, tamborins, repiques etc. Além da bateria, montada para os desfiles em Belém, o grupo tem banda de aproximadamente 20 músicos, exclusiva para shows.


Durante o ano de 2012 o CaBloco Muderno realizou um desfile e três shows que despertaram o interesse do público local, começando pelo projeto Nazaré em Todo Canto, quando lotou completamente as dependências da Estação das Docas, durante o cortejo na orla e show no Teatro Maria Sílvia Nunes. Em seguida, o CaBloco também abarrotou o African Bar, trazendo a Belém Paulinho Moska, Pepeu Gomes e Pedro Luís, para dividirem o palco com o grupo. Ao fim deste mesmo ano o CaBloco foi convidado a fazer o show do principal réveillon da cidade, também na Estação das Docas, às margens da Baia do Guajará.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS