Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Sons que vêm da mata inspiram música do Casa Folha

quarta-feira, 29/05/2013, 09:01 - Atualizado em 29/05/2013, 09:01 - Autor:


A sonoridade da mata, os sons dos rios e os ruídos do cotidiano se unem às harmonias de violões, flautas, cantos e conversas que narram histórias e traços do povo da região amazônica. O grupo Casa de Folha mostra um pouco dessa mistura no show de hoje no espaço cultural Coisas de Negro, em Icoaraci.


Premiado pelo edital de apoio a microprojetos Mais Cultura para a Amazônia Legal do Ministério da Cultura, Secretaria de Articulação Institucional e Fundação Nacional de Artes, o Casa de Folha pôde fazer aquisição de instrumentos e programar a montagem de shows. O edital possibilitou o início dos trabalhos com instrumentos especialmente confeccionados por artesãos e luthieres de Belém e de Bragança, que fomentam essas criações e permitem que mais histórias e pontos de arte sejam revelados.


O PROJETO


Criado em maio do ano passado, a partir de pesquisas sobre cultura popular e cantos cotidianos, o Grupo Casa de Folha representa o desejo dos músicos de ampliar os próprios conhecimentos, compartilhando com ouvintes e espectadores e convidando o público a entrar nas investidas públicas.


O projeto conta com Dany Teixeira (vocal), Jassar Protázio (baixista e integrante do Lauvaite Penoso), Henrique Martins (rabequeiro e flautista, estudante de música da Universidade Federal do Pará - UFPA), André Butter (violão e banjo, ex- Filhos do Luar, instrutor do Projeto Orube e cria do Curro Velho), Ronald Rocha (percussionista, estudante da Vale Música), Kaio Moretty (percussionista, estudante da Vale Música) e Mylena Santana (percussionista, cria do Curro Velho).


(Diário do Pará, com assessoria)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS