Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Centur evoca a tradição da poesia

terça-feira, 21/05/2013, 07:29 - Atualizado em 21/05/2013, 07:29 - Autor:


Para os apaixonados pela literatura, a Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves (Fcptn) preparou duas noites de programação especial. Amanhã e quinta-feira, a fundação realiza ‘A noite é uma palavra’, no hall Ismael Hery (1º andar do Centur), às 20h, com apresentação de poetas interpretando diversos poemas. O evento terá ainda o lançamento do “Selo Ildefonso Guimarães de Literatura”, a divulgação dos vencedores do “Prêmio Dalcídio Jurandir de Literatura 2012” e a publicação do Edital do Prêmio deste ano. A entrada é gratuita.


“A grande importância de um evento literário como esse é, acima de tudo, dar acesso a essas ricas obras, formando assim uma plateia que seja sensível à poesia e que crie o hábito de frequentar saraus”, diz Bella Pinto, gerente de Promoção Editorial da Fcptn.


Segundo Bella, o “A noite é uma palavra” também é um momento de valorização do poeta paraense, evocando a tradição do sarau, que vem da Idade Média, quando a palavra se misturava com a arte teatral e musical, ganhando a importância merecida.


Amanhã, serão seis livros lançados pelo “Selo Ildefonso Guimarães de Literatura”: “Beberagens Indígenas e Educação Não Escolar no Brasil Colonial”, de Maria Betânia; “O Cajado de Deus”, de Francisco Canindé; “Igarapé-Miri – A Verdadeira Terra da Cachaça”, de J. Santiago; “A Flecha Passa e Poemas Diversos”, de Joãozinho Gomes; “Pinceladas Poéticas”, de Luiz Sérgio de Andrade Vinent e “Histórias de Vida”, de Lomont Filho.


Nesse mesmo dia se apresentam os poetas Catalina Murchio (apresentando poemas de Ruy Barata), Eduardo Santos, Rita Melém, Apolo de Caratateua, Rui do Carmo, Juraci Siqueira e Izarina Tavares.


Já nesta quinta, é a vez da premiação dos ganhadores do “Prêmio Dalcídio Jurandir de Literatura 2012”, que são Gabriela Amorim (O Velho), José Maria de Lima (Ave, Marajó!), Geovane Silva (Pequenas Divagações no Tempo), Lourdes G. Furtado (Memórias de um Tempo Quase-Ontem), Franciorlis Freitas (Ojos), Jorge Ricardo Coutinho (Mater Puríssima – História da Festa de Conceição em Abaeté do Tocantins), Klefferson Loureiro (Rios Amargos. Olhares Perdidos. Fragmentos Poéticos) e Max Reis (No Caminho das Linhas).


‘A noite é uma palavra’ leva ao palco os poetas Rubens de Almeida, Claudio Cardoso, Daniel Leite, Fernando Pessoa, João de Jesus Paes Loureiro, Marcio Galvão e Renato Gusmão. 


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS