Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Toquinho celebra em show a parceria com Vinicius

domingo, 05/05/2013, 13:03 - Atualizado em 05/05/2013, 13:29 - Autor:


Outra homenagem ao “Poetinha” feita pela organização da Feira Pan-Amazônica do Livro é o show de Toquinho e Banda, programado para hoje. Dos amigos de Vinícius, a parceria com Toquinho foi a mais prolífica, reunindo 87 músicas – superando até mesmo Tom Jobim, com quem compôs 46. 


Classificada de “casamento sem sexo” pelo próprio Vinícius, a união artística deu origem a clássicos como “Aquarela” e “Tarde em Itapoã”. Parte deste repertório foi revisitado no álbum lançado por músico em comemoração ao centenário, “Toquinho e Paulo Ricardo tocam Vinícius”, de 2011, e que serve de base para a apresentação de logo mais. Confira a seguir um bate-papo com Toquinho:


P: Você fará uma apresentação em Belém dentro de uma Feira de Livro. Qual a importância para você de eventos dessa natureza?


R: A cultura deve ser cada vez mais incentivada no Brasil. O desenvolvimento de um país depende da evolução cultural de seu povo. O livro ensina tanto quanto a música. Portanto, união perfeita!


P: Por falar em Belém, como é a sua relação com a cidade? Alguma lembrança interessante que possa compartilhar?


R: Belém está constantemente em meu roteiro anual. Sou recebido sempre com carinho e aconchego humano. Aprendi a admirar sua gente, sua natureza, sua gastronomia, sua paisagem aberta e cativante. Com certeza devo voltar outras vezes além dessa.


P: Estamos aqui na Feira também com uma exposição sobre Vinícius de Moraes. Já deve ter falado sobre isso muitas vezes, mas pode nos falar um pouco sobre a sua relação com ele e com outro grande ícone da música brasileira, Baden Powell?


R: Primeiro sobre Baden: era o ídolo de minha adolescência. Quando comecei a tocar violão ficava ouvindo os discos dele tentando fazer o que ele fazia, tirar o som puro que ele tirava do violão. Com o tempo e com muita dedicação consegui. Ele me ajudou muito para isso. Depois de alguns anos tive a felicidade de dividir o palco com ele, tocando junto, algumas vezes. Agora, Vinícius: foi um marco em minha vida. Ao lado dele evolui musical e poeticamente. Ele me ensinou tudo sobre shows com sua naturalidade e carisma. Mantivemos uma amizade que extrapolou a simples relação profissional. Trabalhávamos com dedicação tal que a música tornou-se uma brincadeira gostosa, um lazer abrilhantando a vida.


P: O que veremos no show em Belém?


R: Muitas vezes o público dirige o show. Tenho certeza que as canções emocionarão a ponto de a plateia cantar junto porque são sucessos que fazem parte de minha carreira em parceria com vários compositores. E terei ao meu lado a graça e a beleza de Anna Setton, além de sua afinação e de seu timbre suave e envolvente.


P: Como você vê a cena musical hoje, no Brasil?


R: O Brasil sempre foi um país musical. As tendências se renovam e se multiplicam na descoberta de ritmos novos ou na afirmação de antigos que conservam talentos inesquecíveis.


P: Quais são os próximos projetos para este ano?


R: Novos shows pelo Brasil e Exterior. Desenvolvimento de um projeto sobre músicas infantis falando sobre sentimentos. E prosseguir estudando sempre na busca de um aprimoramento cada vez maior no violão.


NÃO PERCA


Encerrando as atividades da 17ª edição da Feira Pan-Amazônica do Livro, o show de Toquinho em homenagem a Vinícius de Moraes ocorre às 20h30. Serão distribuídos mil ingressos, a partir das 10 horas, com limite de quatro bilhetes por pessoa. O quiosque está localizado no balcão de informações do primeiro piso do Hangar, em frente às escadas rolantes. Informações: 4009-8773. Acesse: www.feiradolivro.pa.gov.br.


(Diário do Pará com Agência Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS