Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Festa para homenagear o Dia da Dança

segunda-feira, 29/04/2013, 07:44 - Atualizado em 29/04/2013, 07:44 - Autor:


Hoje, quando o mundo comemora o Dia Internacional da Dança, os profissionais das sapatilhas se reúnem em uma programação elaborada pelo Instituto de Artes do Pará (IAP) toda dedicada a eles.


Com início às 8h da manhã, e com participação gratuita, o evento contará com abertura do workshop “Dança Urbana”, ministrado pela bailarina carioca Sonia Destri, apresentação de três curtas metragens de vídeo-dança e o espetáculo “Festa na Cidade”. Para Sônia Massoud, coordenadora da Gerência de Artes Cênicas e Musicais do IAP, este será o momento para que os profissionais da dança paraense encontrem seus pares, dialoguem e tomem ciência da produção ao seu redor. “O instituto é a casa dos artistas. É onde nos encontramos para nos aperfeiçoar e garantir essa troca fundamental à dança.


Aliás, a dança é uma das linguagens mais completas, já que envolve interpretação, música e muita corporeidade”, afirma.E esse diálogo será possível também graças à participação de Sonia Destre que vai proporcionar durante a oficina uma verdadeira troca de experiências. “Ela vem somar. Afinal, o IAP é reconhecido como referência no norte e nordeste pela função de capacitação profissional e formação de artistas”, argumenta Massoud.


O workshop será realizado pela manhã e tarde, no horário de 9h às 18h, com intervalo para o almoço, não há mais vagas para participar, e segue até o dia primeiro de maio. Coreógrafa e bailarina, Sônia Destri é diretora da Companhia Urbana de Dança, que desde 2004, realiza um trabalho de pesquisa e reconhecimento de raízes culturais brasileira. A Companhia vem sendo considerada pelo público, pela critica e curadores como uma das melhores do mundo, recebendo inclusive elogios de revistas como a Vogue Itália, que classificou o trabalho como: “Maravilhoso e Surpreendente”. Em quase 10 anos de existência, o grupo já se apresentou em vários países, como na Bienal Internacional de Dança de Lyon na França e no Teatro Lido em Medelín na Colômbia, caracterizando-se pela força das suas histórias e qualidades artísticas com vigor físico, diversidade de movimentos e sofisticação coreográfica. 


Entre as técnicas que serão exploradas estão as vertentes do funk, locking, popping, o breaking que é específico do movimento hip hop, o freestyle, house dance, e o krump, entre outras.As 18h, o público poderá vislumbrar três curtas metragens de vídeo-dança. Considerado um conceito inovador tanto no audiovisual, quanto na dança, as produções nessa categoria conseguem utilizar a câmera do cinema como suporte para o trabalho do bailarino, colocando o espetáculo dento do telão. Dos três curtas, dois são de diretores paraenses: “Acalmia”, de Ana Lobato, e “Cultura Periférica”, de Gilmara Mendes e Paulo Paixão. O outro é de Manaus, do Coletivo Difusão, organização cultural coletiva manauara que visa à produção de arte para fomentar cultura.No anfiteatro do IAP será apresentado o espetáculo “Festa na Cidade”, da Companhia de Dança Waldete Brito, que utiliza 11 bailarinos no palco para explorar o universo do brega e tecnomelody através da dança contemporânea.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS