Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Impensa Oficial lança obras de autores paraenses

sábado, 27/04/2013, 15:31 - Atualizado em 27/04/2013, 15:31 - Autor:


No ano em que a Feira do Livro homenageia o Pará, a Imprensa Oficial do Estado destaca autores paraenses com a edição de obras que são referências histórico-culturais para o Estado. Os lançamentos acontecerão de 27 de abril a 5 de maio, no estande da IOE na XVII Feira Pan-Amazônica do Livro, que acontece no Hangar. Os lançamentos contarão com a presença dos autores para tardes e noites de autógrafos.


Neste sábado (27), a partir das 19h, a noite será do escritor Alfredo Garcia e a obra “O Homem pelo Avesso”, publicação composta por 12 contos divididos em três partes: ‘Infância’, ‘Mulheres’ e ‘Cotidiano’. Inspirada nas experiências vividas pelo autor, o livro aborda questões ligadas ao amor e às aflições do cotidiano. Lançado pela primeira vez em 1992, a obra recebeu o Prêmio Samuel Wallace MacDowell, da Academia Paraense de Letras.


Na tarde do dia 1º maio, às 15h, o autor Eduardo Santos, conhecido como “o poeta das praças”, estará no estande da Imprensa Oficial para o lançamento de mais uma de suas obras, o livro de poemas “No passar da chuva”, uma ode à “Cidade das Mangueiras”. Santos costuma cantar a beleza de nossa terra e ganhou projeção nacional por ser considerado o maior produtor de livros feitos à mão no mundo, o que lhe rendeu um espaço no Guinness Book. Além disso, ele também possui uma espécie de livraria itinerante, adaptada em sua bicicleta, com a qual divulga sua poesia e comercializa seus livros pelas praças de Belém.


No campo científico, a IOE traz, no dia 30, às 19h, a noite de autógrafos da reedição da obra “Música Transmórfica – A Ciência da Arte Aplicada à Arte da Ciência”, de Albery Albuquerque e Thiago Albuquerque, que traduz a arte musical através de ciências como a Física e a Matemática.


História - Nesta 17ª edição da Feira do Livro, a IOE dá um destaque especial aos fatos que marcaram a história do Pará, por meio de publicações como “Mosqueiro, uma viagem ao passado”, de Francisco Antônio Almeida Pereira e Maria Beatriz Pacheco Mendes; “A visão histórica da PM”, do coronel da Polícia Militar Francisco Ribeiro Machado, e o primeiro volume de “Textos e Fontes do Arquivo Público do Pará”, organizado pelos professores Agenor Sarraf Pacheco e Jerônimo da Silva e Silva.


Ainda no âmbito histórico, duas obras fazem o resgate de relevantes acontecimentos no Estado. O lançamento de “Moedas para a revolução do povo - A solução cabana para o meio circulante”, de Álvaro Martins, que acontecerá em 1º de maio, às 19h, e que traz à tona um aspecto até então não explorado a respeito da Cabanagem: a iniciativa dos presidentes revolucionários de contramarcar as moedas de cobre com outros valores para contornar a falta dos metais na província.


Já a obra “Irmandades Religiosas em Vigia no Século XIX”, do pesquisador Paulo Cordeiro, relata o papel que as irmandades católicas tiveram no município do nordeste paraense, responsáveis, à época, pelo que se chama atualmente de “ação social”. O lançamento ocorrerá no dia 4 de maio, também às 19h.


(Agência Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS