Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Salão Internacional de Humor divulga premiados

sábado, 27/04/2013, 14:06 - Atualizado em 27/04/2013, 14:07 - Autor:


Enquanto o show de abertura da XVI I Feira Pan-Amazônica do Livro iniciava no auditório Benedito Nunes, do Hangar, na noite desta sexta-feira (26), um grupo estava reunido com a missão de escolher, entre 160 trabalhos selecionados este ano pelo V Salão Internacional de Humor da Amazônia, os dois melhores nas categorias de Tema Livre, Ecologia e Caricatura. Convidados a compor o júri desta edição do prêmio, Jean Galvão (SP), Ulisses Araújo (RJ), Cássio Loredano (RJ), Orlando Pedroso (SP) e François Gabourg (Martinica), cartunistas, caricaturistas, ilustradores, desenhistas e chargistas reconhecidos por seus trabalhos independentes em jornais, revistas e na internet, divulgaram o resultado ontem mesmo.


Foi um julgamento tranquilo. “Ninguém tinha punhal, nem faca, foi pacífico”, brincou logo de cara o caricaturista Cássio Loredano, que participa pela primeira vez do Salão. “Foi tudo muito simples. Fizemos alguns acordos, pois o nível dos trabalhos é muito bom, mas nós tínhamos um olhar parecido no panorama geral, de maneira que não houve impasse nas decisões. E isso não é usual, eu já fui jurado em Porto Alegre, em Teresina, em Piracicaba e no Rio, e sempre tem um pouco de briga na hora de decidir, mas aqui foi muito tranquilo”, disse Loredano, um dos mais antigos e consagrados profissionais convidados deste ano. 


Na categoria Tema Livre ganharam os cartuns “Violonista”, de Dereck (Brasil), em 1º lugar, e  “Expulsão”, de Jota A. (Brasil), em segundo. No tema Ecologia, os premiados foram os cartunistas Bíer (Brasil), com "Árvore Envergonhada", em 1º lugar, e Liang Junqi (China), com “Mutation P.R”, em 2º lugar. Na categoria caricatura, os prêmio foram para Pakdel, com “Humphrey Bogart”, em 1º lugar, e Yaser, com "Clint Eastwood", em 2º lugar, ambos desenhistas iranianos.


Para o júri a escolha deste ano foi bem difícil pelo alto nível das inscrições. “Na categoria cartum livre tinha muita coisa boa, também de outros países, coisas maravilhosas. Algumas vezes há um número grande de inscrições, mas nem sempre tem tanto trabalho bom assim”, disse Jean, logo após a reunião que definiu os vencedores.


Escolher o vencedor do tema Ecologia, mais uma vez com um grande número de inscrições, também não foi uma tarefa fácil. “É um tema batido, ninguém pode escapar do lugar comum. Todo mundo pensando, ouvindo e dizendo mais ou menos a mesma coisa, e isso recai sobre o conjunto, um pouco repetitivo às vezes”, comentou Loredano.


“Outra coisa que eu notei é que o pessoal está gostando de trabalhar com técnica de computador, resultando em algo mais vistoso, e isso tira o foco da própria ideia, muitas vezes. Eu gostei bastante de alguns trabalhos, e por acaso o pessoal também concordou. Adorei também o resultado de caricatura. A do Bogart foi uma unaninimidade entre nós” concluiu Cássio, que está vindo pela primeira vez a Belém.


“A coisa mais gostosa da votação é a briga, o quebra-pau, mas infelizmente aqui foi assim! Não, não, é brincadeira”, ironizou Orlando Pedroso. “Houve um consenso de que os trabalhos escolhidos foram realmente os melhores. Teve alguns empates, então fizemos nova votação e tudo se resolveu. No cartum eu fiquei muito surpreendido, positivamente. Fazer piada no Brasil já foi uma tradição muito grande, mas desenhar piada é uma coisa que se perdeu um pouco com a Ditadura, quando tudo foi ficando mais pesado. Agora eu tenho a impressão de que a boa fase está voltando. E digo mais, Belém, especialmente, tem ótimos cartunistas. No Brasil tem alguns bolsões desses caras que fazem piada. Mas Belém e Curitiba são dois celeiros de cartunistas desse estilo”, comentou.


Os trabalhos vencedores, e todos os demais selecionados pelo V Salão Internacional de Humor da Amazônia, podem ser vistos até o final da Feira Pan-Amazônica do Livro, dia 05 de maio, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, com entrada franca. Os cartunistas convidados permanecerão em Belém por mais alguns dias e, junto com outros cartunistas paraenses, como ATorres, J. Bosco, Waldez e Sérgio Bastos, entre outros, participam da programação de workshops e mesas redondas que o salão oferece até o inicio da próxima semana.


Confira a programação:


Domingo (28/04) - Manhã 10h - Workshop - Desenho de Humor e Caricatura com Ulisses Araújo; Vagas: 20 pessoas.                        


Segunda-feira (29/04) – Manhã 10h - Mesa Redonda "O Papel do Humor Gráfico na Contemporaneidade", com François Gabourg, Cássio Loredano. Mediador: J.Bosco. Vagas: 50 pessoas.


Terça-feira (29/04) – Tarde 16h - Workshop  “A ilustração e a Liberdade de Desenhar”, com Orlando Pedroso. Vagas: 30 pessoas.


Quarta-feira (01/05) – Manhã 10h - Mesa Redonda “Desenhos de Humor e Novos Mercados”, com Sérgio Bastos, A. Torres, Waldez e Biratan. Mediador: J.Bosco. Vagas: 50 pessoas. 


(Agência Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS