Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Museus lançam projeto de exibição de filmes

quarta-feira, 24/04/2013, 11:30 - Atualizado em 24/04/2013, 11:31 - Autor:


O Museu Histórico do Estado do Pará (MHEP), em parceria com o Museu da Imagem e do Som (MIS) e o Sistema Integrado de Museus (SIM) lançou, na noite desta terça-feira (23), o projeto “Cine Art”, iniciativa que vai oferecer, duas vezes por mês, a exibição gratuita de um título do acervo do MIS na Sala das Artes, do MHEP. Acompanhando a projeção, haverá sempre um debate sobre a película escolhida com um especialista da área.


Na estreia, a convidada foi a coordenadora do curso de Cinema da Universidade Federal do Pará (UFPA), professora Ana Lobato, que explicou aspectos de “O Descobrimento do Brasil” (1937), do cineasta Humberto Mauro.


O diretor do MIS, Armando Queiróz, conta que o projeto faz parte de uma série de discussões entre os museus que compõem o SIM, no sentido de fazer com que esse s espaços trabalhem em conjunto. “Este é apenas um dos projetos que pensamos para fazer esse intercâmbio e, ao mesmo tempo, trazer a público o acervo do MIS, que, até então, não tinha uma sala de exibição”, explica.


Segundo Armando, o MIS possui um acervo riquíssimo, que reúne mais de mil títulos, em diferentes formatos, incluindo uma rara produção local, de cunho documental e de ficção. “Todo o acervo exige o nosso cuidado, mas temos um carinho especial com a produção da memória da Amazônia. Por isso, cada vez mais, queremos que esse acervo seja aberto aos pesquisadores e que isso dê frutos, que esses títulos sejam vistos fora do Pará e que possamos, assim, fortalecer o olhar sobre a Amazônia, até porque a nossa missão é a guarda, mas também difusão desse acervo”, observa.


Já o diretor do MHEP, Sérgio Melo, acredita que o projeto também vai tornar possível a abertura de mais um espaço de convivência cultural na cidade. “A nossa ideia é que pessoas possam trazer as suas experiências e interagir com alguns produtores que certamente vão estar aqui. Para viabilizar o projeto, ganhamos, por doação, uma tela de projeção de uma entidade que pediu para ficar anônima. Isso é fantástico porque vai viabilizar o intercâmbio de coleções dos museus, começando com todo o acervo do MIS”, ressalta.


A mesma ideia tem a professora e coordenadora do curso de Cinema da UFPA, Ana Lobato, que já vislumbra a possibilidade de uma parceria com a universidade, no sentido de dinamizar ainda mais o espaço. “Acho que o projeto vai ajudar a trazer a cultura contemporânea para dentro desse lugar, torná-lo mais vivo do que ele tem conseguido ser e uma parceria com a universidade seria decisiva nesse sentido, pois assim poderíamos trazer para exibir produções, debater e gerar conhecimento”, frisa.


O filme escolhido para dar início ao projeto foi “O Descobrimento do Brasil”, de 1937, do cineasta Humberto Mauro, um dos mais importantes diretores do cinema brasileiro. “Esse filme não é exatamente autoral porque é oriundo de um projeto anterior à chegada de Humberto no filme. Ele busca encenar a carta de Pero Vaz de Caminha, o que acontece durante a viagem e a chegada dos portugueses no Brasil e o contato entre os brancos e os indíos nesse primeiro momento da nossa história. Tem a ideia de ser quase como uma reportagem, baseado em dados científicos e reais. E a trilha sonora, assinada por Heitor Villa Lobos, que tem toda uma importância histórica naquele momento, é um atrativo a mais”, revela a professora. 


(Agência Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS