Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

‘Música na Estrada’ divulga selecionados

terça-feira, 23/04/2013, 10:35 - Atualizado em 23/04/2013, 10:51 - Autor:


Foram 94 bandas inscritas. Nomes importantes e representativos da produção musical paraense disputaram as quatro vagas oferecidas pelo projeto Música na Estrada, que já inicia no dia 1º de maio, com apresentações no município de São João de Pirabas, e segue para Primavera (03/05), Bragança (04/05), Curuçá (10/05), Marapanim (11/05) e encerra na Ilha do Mosqueiro (18/05).


Arthur Espíndola e as bandas Madame Saatan, Strobo e Projeto Charmoso tiveram praticamente a mesma pontuação e emplacaram as vagas. O processo de inscrição, entre os dias 9 e 19 de abril, foi integralmente virtual, por meio do site www.musicanaestrada.com.br. “O projeto não teria o mesmo efeito se fossem 12 shows com 12 nomes diferentes, tocando uma vez em cada cidade... Não foi isso que a gente planejou. Acreditamos que a necessidade de fazer o trabalho de um artista ou banda circular requer muito mais. Chegamos a esse primeiro formato possível: quatro trabalhos com três shows de cada um em três cidades diferentes”, diz Márcio Macêdo, idealizador e coordenador do projeto.


“Entregamos a curadoria 2013 a quatro respeitados profissionais da produção musical local com a certeza de que seria um trabalho dificílimo. E realmente foi. Ter de escolher só quatro nomes entre tantos é meio loucura, mas tínhamos que fazer o que estava no projeto”, continua Márcio. Não foi uma tarefa fácil. Integraram a comissão de seleção Edvaldo Souza, publicitário, produtor cultural, e editor do site musicaparaense.org; Nicolau Amador, músico, pesquisador, jornalista cultural, e editor do site paramusica.com.br; Luciana Medeiros, jornalista, produtora cultural, editora do blog Holofote Virtual; e Fagner Yanomani, produtor cultural com mestrado na França e atual secretário de Cultura do município de Bragança.


Eles passaram o último sábado analisando os links com materiais enviados - releases, áudios e vídeos pelos inscritos. O domingo foi dedicado aos desempates técnicos que deixaram outros artistas à beira da quarta posição, segundo a assessoria do projeto. Foi necessário lançar mão do plano C para o desempate: “critérios de impressão geral” e “fator arte”.


“O lado cruel disso é justamente ter de conferir pontuações tão próximas. Calcular milimetricamente tanta gente equivalente. Valores tão diversificados, tão próximos e ter de selecionar. Que responsabilidade”, comenta Márcio.Projeto independente, tendo como foco o estímulo a difusão da música produzida no Pará, o Música na Estrada tem como objetivo movimentar a cadeia produtiva da música no Pará através da realização de shows que privilegiam o conteúdo autoral. 


BANDAS CONVIDADAS


Além dos selecionados por um edital próprio, as apresentações terão participação de bandas e artistas convidadas. A Gang do Eletro já está confirmada e tocará nas três primeiras cidades do roteiro (Pirabas, Primavera e Bragança). A Paralelo Onze também será atração em Primavera e a banda Codex, que tocará em Bragança. Na Ilha de Mosqueiro, o som convidado será do grupo Moleque Peralta e em Marapanim, o grupo Os Originais mostrará o tradicional carimbó da região. As demais bandas locais convidadas ainda estão sendo confirmadas.Apoiado pela Lei de Incentivo à cultura Semear e Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves, o projeto Música na Estrada tem patrocínio da Vivo e faz parte de sua plataforma de projetos na área da música.


A realização é da M.M Produções, em parceria com a Rede Conexão, blog Holofote Virtual e agência de música Ampli Criativa.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS