Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Cineclube faz sessão especial sobre Carimbó

segunda-feira, 22/04/2013, 07:33 - Atualizado em 22/04/2013, 07:34 - Autor:


Homenageando a cultura popular amazônica, o cineclube Alexandrino Moreira realiza hoje uma sessão com os curtas-metragens “O grande balé de Damiana”, ficção de João Pereira Loureiro Jr. e “Pau e corda – histórias do carimbó”, documentário de Robson Fonseca. A exibição começa às 19h, no Instituto de Artes do Pará (IAP), com entrada franca. 


Passado no município de Santarém Novo, o filme de João Pereira narra a história de Damiana, uma moça encantada pelo carimbó que resolve dançar na festa de São Benedito, contrariando a família e ignorando a tradição que proíbe a participação de jovens nas rodas de carimbó há mais de um século. Ao quebrar a regra, Damiana torna-se uma lenda no município, marcando o imaginário dos moradores.


Depois de 50 anos, o jovem Donato é um dos moradores que duvidam da lenda de Damiana, mas sua descrença cai por terra ao enxergar a jovem lendária dançando um balé de carimbó. O curta tem no elenco os atores Milka Santa Brígida, Alba Costa, Raimundo Costa, Eraldo Nascimento e Eraldo da Silva. Em seguida, o cineclube exibe o curta documentário “Pau e corda – histórias do carimbó”, de Robson Fonseca.


Lançado no ano passado, o filme, considerado como um road movie, percorre quatro cidades do nordeste paraense atrás de histórias de grupos de carimbó, propondo a gravação de um vídeo clipe para cada um. Nesse processo, o diretor e sua equipe colheram relatos, apresentações, curiosidades e cenas do cotidiano das pessoas que moram nesses municípios do interior e vivem do carimbó. “Pau e corda” é um registro da existência e persistência do ritmo popular amazônico no Pará.


Não Perca
Cineclube Alexandrino Moreira exibe “O grande balé de Damiana” e “Pau e corda – histórias do carimbo”. Hoje, às 19h, no teatrinho do IAP (Praça Justo Chermont, 236 – Nazaré). Entrada franca. Informações: 4006-2945.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS