Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Contribuição inegável à música pop brasileira

sexta-feira, 19/04/2013, 08:29 - Atualizado em 19/04/2013, 08:29 - Autor:


Roberto Carlos viveu sua juventude em uma época de grandes transformações sociais, a exemplo das revoluções de 1968, o que influenciou de forma decisiva a música que produziu. “A juventude dele é bem sincronizada com o que acontecia na Inglaterra e nos Estados Unidos, então tudo o que estava acontecendo na música mundo afora ele importou para a música brasileira”, analisa o radialista Beto Fares. 


O iê-iê-iê dos Beatles, o psicodelismo de Woodstock, a black music americana. Tudo foi incorporado por Roberto Carlos, principalmente em sua fase mais rock’n roll, nos anos de 1970, vivida também ao lado de Erasmo Carlos. “Eles lutavam pelo uso do anticoncepcional, pela emancipação da mulher, pela igualdade dos homossexuais, assim como outros artistas da música brasileira e mundial. Junto com os Mutantes, o Rei tem uma importância fundamental na música pop brasileira”, considera Beto. 


Enquanto nos anos 1960 a música de Roberto Carlos ganha contornos mais ingênuos, a década de 70 marcou, de acordo com Beto Fares, a fase mais madura do compositor. Mas nem só de rock’n roll vive o Rei. “Roberto Carlos era um roqueiro que, quando foi envelhecendo, foi transformando a vida dele em algo romântico. E, em determinado momento, ele começou a enxergar a religião com mais clareza”, diz Beto. Dessa fase, surgiu a música “Jesus Cristo”, até hoje uma das mais tocadas Brasil afora, segundo dados do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad).


Mesmo com todas as mudanças ocorridas na carreira do Rei ao longo das décadas, ainda hoje, nos trabalhos atuais, é possível perceber as características que marcaram a trajetória musical do artista. “Nos trabalhos mais recentes, a gente ainda nota muito a experiência adquirida por ele nos anos anteriores. E os discos continuam muito bem acabados, os arranjos muito bem feitos”, analisa Beto Fares. Enfim, um rei que nunca perde a majestade. 


PARA CELEBRAR


A Casa da Seresta promove hoje um show em homenagem ao Rei com os cantores Jorge Moraes e Agostinho Jr, acompanhado da banda. A apresentação começa a partir das 23h com a interpretação dos maiores sucessos de Roberto Carlos, além de canções de outros artistas como Reginaldo Rossi e Roberta Miranda. A Casa da Seresta fica na rua Ferreira Pena, 354. Informações: 3230-2370. 

TEATRO GASÔMETRO


O cantor paraense Eloi Iglesias também presta homenagem ao aniversariante do dia com um show repleto dos maiores sucessos de Roberto Carlos. A apresentação será às 20h30, no teatro da Estação Gasômetro, no Parque da Residência, com ingressos a R$ 20. O Parque fica na Av. Magalhães Barata, 830. Informações: 4009-8721. 


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS