Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Banda Sinfônica de SP sobe ao palco do Da Paz

quarta-feira, 17/04/2013, 08:04 - Atualizado em 17/04/2013, 08:10 - Autor:


Música para ouvir e para ensinar. A primeira fase do XXVI Festival Internacional de Música do Pará (Fimupa) traz para Belém a Banda Sinfônica de São Paulo, que se apresenta hoje, às 20h30, no Theatro da Paz e dia 20, no Arte Doce Hall.


A presença do grupo marca essa etapa do evento não só nos palcos, como também na sala de aula. Sob o comando do maestro Marcos Sadao Shirakawa, os músicos paulistas estão ministrando oficinas para os integrantes da Banda Sinfônica do Pará. Os shows e os workshops ocorrem entre os dias 17 e 21 deste mês. Os espetáculos têm entrada gratuita.


O Festival Internacional de Música do Pará já ocorre há 26 anos e faz parte do calendário dos principais festivais de música erudita – e também popular - do Brasil. A programação diversificada tem por objetivo promover o intercâmbio entre músicos brasileiros e também de fora do país. O evento já recebeu diversos personagens de destaque, como o cubano Leo Brouwer; o quarteto americano Esterházy; Mariana Mihai e Garrick Zoeter (EUA); Jerrold Rubenstein e Dalia Ouziel (Bélgica), Tita Parra (Chile) e o maestro Jacob Slagter (Holanda). 


INTERCÂMBIO


Como a ideia é sempre agregar o desenvolvimento artístico com educação musical e assim promover a integração entre os grupos, dessa vez quem vai fazer a ponte entre as frentes de atuação do evento é a Banda Sinfônica de São Paulo. Além das apresentações de hoje e do próximo sábado, o grupo já está na cidade fazendo workshops com bandas locais de três cidades do interior paraense e com a Banda Sinfônica do Estado do Pará.


Ao final do período, as bandas que participarem das oficinas se apresentarão ao lado da Banda Sinfônica do Estado de São Paulo em um grande concerto em Belém, que culmina exatamente na apresentação do próximo sábado, 20, no Arte Doce Hall. “Ao dedicar toda uma fase do Festival para o desenvolvimento das bandas de música e possibilitar um olhar mais cuidadoso para a banda sinfônica, o Pará sinaliza que é necessário dar uma maior atenção à formação musical, e que está atento para este ponto e para as bandas, de onde saem mais de 75% de todos os músicos que se tornam profissionais em orquestras sinfônicas, bandas sinfônicas e militares, escolas e conservatórios musicais, projetos sociais, etc”, analisa Marcelo Jardim, diretor artístico do Música das Américas.


Saiba mais: www.fimupa.com.br.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS