Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Notícias / Cultura

Cultura

Dona Onete anima Black Soul Samba

sexta-feira, 12/04/2013, 09:39 - Atualizado em 12/04/2013, 09:39 - Autor:


Depois de levar Mestre Curica ao palco do Palafita, na semana passada, a Black Soul Samba apresenta hoje o show de Dona Onete e do grupo Carimbó Chamegado, às 21h. A festa ainda terá a participação do DJ Azul. Os ingressos custam R$15 com meia-entrada para estudantes. 


Este será um show especial em que a cantora trará o melhor do carimbó de raiz vindo do Baixo Tocantins. A apresentação promete emoções únicas, já que a é a primeira vez que Dona Onete irá tocar com o filho no palco. O grupo Carimbó Chamegado, que irá acompanhar a artista no show, é formado pelos músicos Márcio Monteiro, Luiz Bola, Argentino Neto e Douglas Dias. 


PERCURSO


Nascida em Cachoeira do Arari, na ilha do Marajó, Dona Onete passou a infância em Belém. Durante a adolescência, se mudou para Igarapé-Miri e teve contato com os ritmos da região amazônica, como carimbó e banguê.


Foi professora de história e estudos paraenses, mas também organizou grupos folclóricos, cordões de pássaros e agremiações carnavalescas, compondo várias canções. A música de Dona Onete foi ‘descoberta’ há dez anos pelo Coletivo Rádio Cipó. O sucesso foi tanto que “Amor Brejeiro” se tornou trilha sonora do filme “Eu Receberia as Piores Notícias dos seus Lindos Lábios“, dos diretores Beto Brant e Renato Ciasca.


Recentemente, a artista participou do clipe de “Proposta Indecente”, da cantora Aíla, composição da própria Dona Onete dada de presente a Aíla. No ano passado, Dona Onete lançou seu primeiro disco intitulado “Feitiço Caboclo” com produção do cantor e compositor Marco André, cujas músicas estarão no repertório de hoje.


A noite do Carimbó Chamegado traz ainda sets diferenciados com os DJs da Black, como Uirá Seild, Kauê Almeida, Homero da Cuíca, Fernando Wanzeler e Eddie Pereira. A participação do DJ Azul será com um set que vai da cúmbia aos artistas regionais.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS