Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Círio

Ceasa celebra 16º Círio que homenageia Nossa Senhora de Nazaré

quarta-feira, 22/08/2018, 09:56 - Atualizado em 22/08/2018, 10:06 - Autor:


A Centrais de Abastecimento do Pará (Ceasa/PA) realiza na próxima terça-feira (28), o 16º Círio em homenagem à Nossa Senhora de Nazaré. A programação faz parte do calendário de visitas que a diretoria da festa agenda todos os anos nos órgãos públicos.


Pontualmente às 7h30, a Santa Peregrina será recebida pela diretora presidente da instituição, Bianca Piedade. Um momento que emociona a todos os servidores, permissionários, frequentadores, visitantes e comunidade do bairro do Curió Utinga.


Assim que a imagem peregrina é recebida, a celebração da missa ocorre na portaria da Ceasa/PA, com o padre escolhido pela Basílica, para que os fiéis tenham a oportunidade de ficar mais perto de Nossa Senhora. Após esse momento, a procissão segue à passarela central do Mercado Livre do Produtor (MLP) e também pelo entorno dele.



Missa celebrada na portaria da Ceasa/PA. (Foto: Divulgação)


Para os servidores, o Círio é uma oportunidade de refletir, agradecer e renovar pedidos. Há dez anos, o servidor Guilherme Azevedo, coordenador de apoio logístico, é membro da guarda de Nazaré. Ele conta que a cada Círio, a experiência é diferente.


“Antes mesmo de ser servidor, eu já participava do Círio aqui dentro da Ceasa, por ser da guarda. É um momento muito bonito, porque a gente está sendo abençoado dentro do ambiente de trabalho. A vinda da imagem faz com que as pessoas fiquem tocadas, abram o coração e se emocionem. Isso é nítido no rosto das pessoas”, observou Guilherme.


Após a consagração, os devotos têm a oportunidade de estar mais perto da imagem da Santa para a benção final.


O Círio da Ceasa/PA faz parte da história da instituição, além de aproximar a comunidade e acolher as diferenças religiosas.


Para Guilherme Azevedo, é bonito ver e sentir a união de todos os servidores, permissionários e colaboradores da festa. “Não adianta só dizer que se tem fé, é preciso demonstrar sempre e a união é uma forma de começar isso. É o poder de Nossa Senhora. A gente poderia viver em Círio todo tempo. O mundo precisa de dias mais leves e movidos por fé”, desejou o servidor.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS