Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
Círio

Histórias de gratidão e pedidos marcam a romaria do Círio

domingo, 08/10/2017, 11:12 - Atualizado em 08/10/2017, 11:44 - Autor:


Para muitos fiéis, o Círio é uma oportunidade de agradecer pelas graças alcançadas e pedir pela intercessão de Nossa Senhora. Milhares de romeiros pagam promessas das mais variadas formas, mostrando gratidão à Virgem de Nazaré.

Ao longo de toda a procissão, é possível ver diversos romeiros carregando sobre as cabeças réplicas em cera e madeira de objetos, imóveis e mesmo partes do corpo, como alusão às graças conquistadas. "Foi muito sacrifício, mas com a ajuda de Nossa Senhora de Nazaré, eu consegui a minha casa em um ano. E é uma honra estar aqui, e todo ano vou estar", afirmou Jucilene Dias, que acompanhou a procissão carregando uma miniatura de casa.



Jucilene conseguiu seguiu a romaria para agredecer a conquista da casa própria. (Foto: Ana Paula Azevedo/DOL)


Atualmente morando em Brasília, há 11 anos a paraense Luiza Helena volta a Belém para participar do Círio e pedir bençãos para a família. "Cada ano é uma emoção diferente, que aproveito para pedir pela nossa família, filhos, irmãos, netos. Sempre venho, e pretendo continuar seguindo muitos e muitos anos", afirmou.



Luiza Helena (na esquerda) viaja a Belém há 11 anos para pedir saúde à família. (Foto: arquivo pessoal)


Já para alguns fiéis, o pagamento de promessa só é feito acompanhando a procissão na corda, uma das tarefas mais difíceis e cansativas do Círio. Um deles é o devoto Lucivaldo, que há 28 anos acompanha o Círio na corda. "Quero agradecer pela saúde da minha filha, que fez uma cirurgia no coração", afirma.

Para outros, o pagamento de promessa é feito através da solidariedade. É o caso de Breno Freitas, que todos os anos se reúne com familiares e amigos para arrecadar água e distribuir ao romeiros. "É o 8ª ano, e conseguimos juntar 20 mil copinhos. E hoje, essa promessa é em agradecimento à muitas graças alcançadas. Cada um aqui tem algo a agradecer", afirma. "Hoje, o Círio tem um sentido especial, para mim e minha esposa, para agradecer a saúde do nosso filho, que nasceu com um problema no pé, mas com a graça de Deus e Nossa Senhora, está conseguindo corrigir". 



Breno Freitas (na esquerda, de bermuda vermelha) se reúne com família e amigos há 8 anos para distribuir água. (Foto: Ana Paula Azevedo/DOL)


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS