Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Círio

Círio 2017 deve custar cerca de R$ 3,8 milhões

quinta-feira, 05/10/2017, 09:13 - Atualizado em 05/10/2017, 10:10 - Autor:


O Círio 2017 deve ficar um pouco mais caro em relação a festa do ano passado. Segundo a estimativa da Diretoria do Círio e do Departamento de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese/PA), cerca de R$ 3,8 milhões de reais devem ser gastos com as despesas de evangelização, um crescimento de aproximadamente 3%.


No ano passado, para organizar o maior espetáculo de fé do povo paraense, foi gasto aproximadamente R$ 3,7 milhões de reais, valor superior ao estimado pela Diretoria do Círio e pelo Dieese/PA, que foi de cerca de R$ 3,4 milhões.


A previsão para este ano, é que sejam injetados na economia paraense cerca de R$ 1 bilhão de reais, já que segundo pesquisa feita pelo Dieese/PA, quase 80% dos paraenses tem o Círio de Nazaré como a sua maior festa em termos de consumo, perdendo apenas para o Natal.


Em termos de previsão de gastos no Círio, a estimativa é que cerca de 78 mil turistas oriundos de praticamente todos os Estados brasileiros que estarão em Belém gastem aproximadamente U$ 29 milhões de dólares, equivalente a quase R$ 90 milhões de reais, segundo estudo do Dieese/PA e da Secretaria de Turismo (Setur).


Diante do cenário de crise e dificuldade econômica, três situações chamam atenção neste início de segundo semestre: o baixo crescimento econômico, a taxa de juros ainda elevada e o alto desemprego.


No caso específico dos Romeiros e turistas do Círio 2017, a situação também está complicada em virtude dos aumentos nos custos das principais despesas, como transporte, hospedagem e alimentação.


Entretanto, além de evangelizar, o Círio de Nazaré também funciona como um grande propulsor da economia no Pará, com a geração de emprego e renda.


A estimativa do Dieese/PA é que cerca de 60 mil pessoas possam estar empregadas durante a quadra nazarena, a grande maioria (cerca de 95%) informais.


Mesmo com os impactos da crise, a expectativa é que cerca de 2 milhões de pessoas participem do Círio. Já nas romarias (um total de 12), estima-se que sua mobilização possa alcançar um número bem maior de pessoas, segundo o Dieese/PA.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS