Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
Círio

Manhã dos eleitos homenageou os moradores do bairro do Aurá

segunda-feira, 02/10/2017, 09:38 - Atualizado em 02/10/2017, 09:38 - Autor:


Pessoas de baixa renda do bairro do Aurá, em Ananindeua, foram os convidados deste ano da programação da Manhã dos Eleitos. O evento acontece desde 1987, como parte agenda de evangelização do Círio de Nossa Senhora de Nazaré. O encontro aconteceu na manhã de ontem (1º), na Casa de Plácido, com a presença da Diretoria do Círio e das 40 famílias eleitas.

Uma das organizadoras da programação, Geo Damasceno, explica que todos os anos, sempre em um domingo antes do Círio, a diretoria realiza o encontro com grupos de pessoas carentes, doentes ou excluídas da sociedade com o objetivo de evangelizar aqueles que mais precisam de ajuda. Em 2016, a programação incluiu os dependentes químicos, mas já foram eleitos idosos, crianças carentes, hansenianos e moradores de rua dentre outros. “Com o fechamento do lixão do Aurá, muitos moradores ficaram sem ter da onde tirar o sustento, por isso os elegemos este ano”, esclarece Damasceno.

ATIVIDADES

As famílias tiveram uma manhã inteira de evangelização e atividades lúdicas. O dia começou com lanche e incluiu ainda a distribuição de cestas básicas e de brinquedos, finalizando com almoço a todos os participantes. Odete Pamplona, 79, mora no Aurá há 12 anos e acompanhava as catadoras do lixão. Enquanto ainda não consegue a aposentadoria, depende da ajuda financeira do marido. Para ela, participar da programação do Círio é uma mistura de ajuda e de devoção a Nossa Senhora. “Depois do fechamento do lixão muitos de nós ficamos sem nada. Acompanhei o Círio por muitos anos e estar aqui é motivo de grande emoção”, comentou.

Durante a evangelização, o bispo auxiliar de Belém, Dom Irineu Roman lembrou que é preciso transformar a realidade social para levar mais felicidade a quem precisa. “As obras de caridade aos carentes animam as comunidades mais distantes e é uma forma de erguer o ânimo e a vida desse povo tão necessitado. Eles voltam pra lá e levam a boa notícia de Cristo”, disse o bispo.

(Leidemar Oliveira/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS