Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
Círio

Romaria das Crianças atrai mais de 300 mil fiéis

domingo, 16/10/2016, 07:21 - Atualizado em 16/10/2016, 07:22 - Autor:


O pequeno João Gabriel tem apenas 5 anos, mas o contato com a religião vem desde que estava na barriga da mãe, a advogada Janaína Calandrini, 43 anos.


No fim de 2010, com apenas 5 meses de gestação, a advogada teve seu ventre abençoado pelo então arcebispo emérito Dom Vicente Zico e pelo arcebispo metropolitano. Dom Alberto Taveira. Dali a alguns meses nasceria mais um devoto de Nossa Senhora de Nazaré.


Aos 6 meses, João participou da Romaria das Crianças pela primeira vez. 4 anos depois, ele estará novamente naquela que é considerada a quarta maior procissão da quadra nazarena em número de participantes e completa 26 romarias. 


“Essa será a sexta romaria dele. Como mãe, sou responsável pela formação de meu filho. Para mim, família e religião são a base que formam todo ser humano”, explica Janaína.



Janaína e João prontos para mais uma romaria. (Foto: Arquivo pessoal)


Ela conta que sempre teve muita fé em Nossa Senhora. “Acho que se não tivesse, nem sei o que seria de mim. Hoje, é emocionante ver a fé que o João tem pela santinha... Ele chega a me pedir para ir à missa, às adorações na Basílica e romarias”, conta a advogada, que revela nunca ter feito nenhum tipo de promessa para levar o filho. “Vamos pela fé e amor a Maria. A cada ano, nos sentimos renovados”, destaca.


A odontóloga Alessandra Amaral e o marido, o economista Cláudio Luiz Silva, ambos com 43 anos, levam suas filhas gêmeas - Rafaella e Izabela, de 11 anos - e a mais nova - Ana Regina, 10 - para a Romaria das crianças desde 2012. “Mas foi na romaria do ano passado que elas viveram verdadeiramente o Círio das Crianças, porque estavam estudando para fazer a Primeira Eucaristia”, conta Alessandra.


O casal é católico fervoroso e acredita que os filhos devem começar desde cedo a devoção e respeito por Nossa Senhora de Nazaré. “Para sentirem e viverem o amor pela mãe de Jesus”, diz Alessandra. Ela lembra que as filhas sempre gostaram de participar da romaria. “Antes da Romaria das Crianças elas já participavam do Círio com a gente, bem bebês mesmo. Sempre rezando e agradecendo.”


DIFICULDADES


O crescimento da participação popular na Romaria das Crianças nos últimos anos é consequência de pelo menos dois fatores: o crescimento da quantidade de crianças acompanhadas de seus pais nesta romaria e o aumento de idosos, devido às crescentes dificuldades no acompanhamento da Trasladação e do Círio.


A romaria, criada com o objetivo de construir e fortalecer a devoção mariana entre os pequenos, começa às 8h da manhã de hoje, saindo da Praça Santuário e percorrendo várias ruas do bairro de Nazaré.



Alessandra, Cláudio e as filhas. (Foto: Arquivo pessoal)


PROCISSÃO


Balanço do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA) estimou que, em 2015, a participação na Romaria das Crianças tenha chegado a 300 mil pessoas. Realizada sempre no terceiro domingo de outubro, é o momento em que as crianças saem às ruas para prestar homenagens à Virgem de Nazaré, quando muitos pais levam seus filhos vestidos de anjos.


Nesta procissão, a imagem Peregrina é conduzida por integrantes da Guarda-Mirim. A romaria conta, ainda, com o Carro dos Milagres e os Carros dos Anjos. A animação fica por conta de bandas musicais compostas por crianças e jovens de municípios do Estado e, também, de um coral que é formado especialmente para a homenagem.


(Luiz Flávio/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS