Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
Círio

Livro imortaliza cores da fé

sábado, 08/10/2016, 22:08 - Atualizado em 08/10/2016, 23:09 - Autor:


As cores que dão vida ao Círio de Nazaré e retratam a beleza dos símbolos da maior festa religiosa paraense compõem a 8ª edição do livro sobre o tema nesse ano. O lançamento da obra “Cores do Círio” ocorreu na [ultima quinta-feira (5), no hotel Grand Mercure (antigo Crowne Plaza), na avenida Nazaré, em Belém.



A publicação é considerada um documento oficial do Círio, pois, além de concentrar informações valiosas sobre o assunto, é referendado por três importantes instituições do Estado, a Arquidiocese de Belém, Padres Barnabitas e a Diretoria da Festa de Nazaré. O livro, integrante da Coleção Círio, é editado pelos jornalistas Mauro Bonna e Beth Mendonça com o patrocínio de 19 instituições. Durante a abertura do evento, Bonna ressaltou a magnitude da dimensão da obra, após quase dez anos de sua primeira publicação.


“Nós não tínhamos a intenção de fazer uma coletânea, mas o tema Círio é inesgotável, o que produz sempre um novo assunto. Agora, o livro é um presente institucional”, descreve Bonna. Beth Mendonça acrescenta que o livro reúne o trabalho intenso de fotógrafos, jornalistas, editores, designers gráficos e artistas plásticos. “A fé não tem cor. O Círio é um evento que ultrapassa a religião. Mesmo que a pessoa não acredite ou não pertença a esta religião, a fé do outro contagia”, relata Beth.


JUVENTUDE


A próxima edição, adianta Bonna, já tem tema definido. “No próximo ano, publicaremos sobre a presença da juventude no Círio”, afirma o jornalista e apresentador. São mais de 200 páginas com registros que contam a história dos ícones que colorem o Círio: a berlinda, o manto, a corda e os promesseiros. Desde 2012, a publicação traz ilustrações com homenagens à artistas plásticos convidados.


Para o diretor coordenador do Círio 2016, Roberto Souza, a obra pode ser um bom presente. “É uma obra de arte e umdocumento que ficará para a história”, define. Representando o Banco da Amazônia, Luiz Lourenço, gerente de Imagem e Comunicação, diz que o patrocínio visa fortalecer a cultura local. “O Círio é um momento especial porque trata de diversos temas e reflete à cultura de nosso Estado. Patrocinar esta obra, portanto, é essencial”, acredita. Para o diretor-superintendente do Sebrae, Fabrizio Guaglianone, a quadra nazarena fortalece a economia local. “A contribuição gerada neste período é de fundamental importância para as empresas”, destaca


(Wal Sarges/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS