Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$
Círio

Exaustos, romeiros aproveitam ponto de apoio

sexta-feira, 07/10/2016, 20:36 - Atualizado em 07/10/2016, 23:08 - Autor:


Os romeiros que durante suas peregrinações passaram pela Almirante Barroso, nesta sexta-feira (7), puderam reabastecer suas energias na RBA para seguirem fortes em sua caminhada em homenagem a Nossa Senhora de Nazaré. A empresa deu abrigo a um importante ponto de fornecimento de água e alimentos para os fiéis.



A iniciativa é de um grupo de voluntários da Paróquia de Nossa Senhora de Loreto. Os membros se reúnem neste mesmo ponto desde o Círio do ano passado, oferecendo água, sucos, pão com queijo e até meias aos peregrinos, que vêm a pé de diversos municípios paraenses e, em sua maioria, seguem em caminhada até a Basílica de Nazaré, localizada na Avenida Nazaré, em Belém.



Equipe da Paróquia de Nossa Senhora de Loreto está desde as 15h desta sexta servindo os romeiros(DOL)


“Nossa paróquia na verdade já faz esse trabalho há muitos anos. Começamos ajudando as pessoas carentes em situação de rua. Aí houve a ideia no ano passado (2015) de fazermos esse ponto, porque percebemos que passava vários romeiros por aqui. E tem dado certo, somos muito gratos em fazer esse trabalho, na verdade, somos mais ajudados do que ajudamos, escutamos todos os testemunhos aqui, é muito bom”, relata seu Dino, um dos membros do grupo de voluntários.


O percurso é duro, e neste ponto da Almirante Barroso os promesseiros já estão muito cansados. Alguns caminham há dias na esperança de chegar até a basílica. Pablo Castro, cabo da Polícia Militar, é um dos mais de 150 peregrinos que passaram pelo ponto de apoio aberto desde as 15h. Devido a sua promessa, o militar caminha com a farda da PM, uma mochila de 35kg e um fuzil de madeira na mão.


“Venho andando de Santa Izabel, saí da minha casa às 5h da manhã. No ano passado sofri um acidente de moto, machuquei os dois ombros. Desde antes do acidente eu esperava um curso da Centro de Operações Especiais da Polícia Militar, e quando estava em recuperação as inscrições abriram. Me apeguei com Nossa Senhora e prometi, se me permitissem fazer o curso eu iria fazer esta caminhada até a Basílica com a minha farda completa, inclusive a mochila que é bastante pesada. Mesmo com o corpo comprometido e sendo um dos mais velhos do curso, me destaquei e na segunda-feira serei transferido para o COI”, diz o policial emocionado.


Segundo informações de Dino, o ponto de apoio aos peregrinos instalado em frente a RBA não tem hora para encerrar. “enquanto houver romeiros, estaremos aqui”, informa o voluntário.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS